Estado Islâmico tem controle de menos de 1% do 'califado'

Escrito por  France Presse
Publicado em Mundo
Quinta, 07 Fevereiro 2019 21:37

Presidente Donald Trump diz que deve anunciar a derrota completa do grupo terrorista na semana que vem

O grupo Estado Islâmico (EI) controla menos de 1% do seu autoproclamado "califado", que abarcava amplas regiões de Síria e Iraque, anunciou a coalizão internacional nesta quinta-feira (07/02).

Os extremistas conseguiram capturar grande setores desses dois países em 2014, mas as ofensivas internacionais, em apoio às tropas locais, reduziram o território sob o seu controle a quase nada (na foto, tanque do exército sírio avança em uma rua de Hajar al-Aswad em confronto contra o Estado Islâmico, em foto de 2018 — Foto: AFP/San).

Os extremistas estão encurralados no último foco no leste da Síria, na província de Deir Ezzor, fronteiriça com o Iraque, ante a ação final das Forças Democráticas Sírias (FDS), aliança árabe-curda apoiada pela coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos.

Na Síria, estas "forças aliadas (...) libertaram 99,5% dos territórios controlados pelo EI", anunciou a coalizão em um comunicado.

"Enquanto continuamos pressionando os combatentes do EI que se encontram em um setor cada vez menor, menos de 1% do 'califado', os extremistas tentam escapar misturando-se com mulheres e crianças inocentes que tentam fugir dos combates", acrescenta o comunicado.
"Essas táticas não vão funcionar", indica um comandante adjunto da coalizão, o general britânico Christopher Ghika, citado no texto.

As FDS operam atualmente na província de Deir Ezzor contra o último reduto do EI, perto da fronteira iraquiana, um setor de 4 km².

Trump comemora derrota do EI

Na quarta-feira, o presidente dos EUA, Donald Trump, se mostrou muito otimista, considerando iminente a vitória contra os extremistas.

Em dezembro, Trump anunciou a retirada de 2 mil soldados americanos enviados à Síria para apoiar as FDS.

"O anúncio formal de que tomamos 100% do califado deve sair na semana que vem", disse na quarta-feira.
"Não quero anunciar muito cedo", destacou. "Ainda existem alguns focos", "que serão cada vez menores", mas "podem ser perigosos", reconheceu Trump.

O conflito na Síria, iniciado em 2011, se tornou mais complexo com os anos e a intervenção de múltiplos atores estrangeiros. Desde então, deixou mais de 360 mil mortos. Além disso, milhões tiveram de deixar a região.

Lido 19 vezes

Compartilhe nas Redes Sociais!

Temos 202 visitantes e Nenhum membro online

Telefones Úteis

Energisa - (83) 2106-7000
Ultragás - (83) 3292-2217
Audicon - (83) 3246-0599
Cagepa - 115
GVT - 10325
NET - 10621
SKY - 10611
Tely - (83) 3049-4229
Polícia - 190
Bombeiros - 193
SAMU - 192
(83) 3216-2500
Dele.da Mulher
(83) 3218-5316

Entre em Contato

 

Av. Senador Ruy Carneiro, 636 sl 201

Manaíra, João Pessoa, Paraíba, Brasil

Tel: (83) 3021-8885 - Cel: (83) 98725-1693

Email: redacao@24horaspb.com

Website: http://www.24horaspb.com

JoomShaper