Custo de vida em João Pessoa apresenta menor índice do ano, aponta Ideme

Publicado em Paraíba
Quinta, 14 Maio 2015 19:31

 

 

O Instituto de Desenvolvimento Municipal e Estadual (Ideme) informou, nesta quinta-feira (14), que o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da cidade de João Pessoa apresentou um acréscimo nos preços médios de 0,28% no mês de abril. É o menor índice registrado neste ano. Em janeiro, o custo de vida sofreu um aumento de 1,13%, em fevereiro de 1,71% e no mês de março o valor da taxa foi de 0,74%. Com o resultado de abril, o acumulado no ano ficou em 3,91% e nos últimos doze meses em 8,44%.

Segundo o estudo do Ideme, dos sete grupos que compõem o cálculo do custo de vida em João Pessoa, quatro apresentaram alta de preços que vão desde 0,58% a 2,07%, enquanto três tiveram deflação variando entre 0,17% a 3,94%, no mês de abril/2015. Os grupos que registraram alta nos preços foram: Alimentação (2,07%), Vestuário (1,88%), Saúde (1,08%), Habitação (0,58%). Já os grupos de Artigos de Residência, Serviços Pessoais e Transporte apresentaram variações negativas de 3,94%, 0,44% e 0,17%, respectivamente.

Levando-se em consideração apenas os reajustes individuais, a pesquisa do Ideme identificou que os produtos, cujos preços mais aumentaram em abril, foram: passagem aérea (37,42%), bolsa feminina (34,81%), pimentão (34,63%), relógio de mulher (24,05%), móveis de cozinha (16,60%), biquíni de praia (14,85%), chuchu (14,22%), coentro (12,40%), calça comprida de homem (12,20%), tomate (11,86%), calcinha de criança (11,71%), salsicha (11,51%), costela de boi (11,39%), telefone público (10,82%), médico (10,81%), feijão macassar (10,59%), correios (10,52%), relógio de homem (10,47%) e ovos de galinha e queijo do reino (10,13%), respectivamente.

Receita Estadual apreende 565 mil maços de cigarros

Publicado em Paraíba
Quinta, 14 Maio 2015 22:08

A Secretaria de Estado da Receita conclui a contagem do volume de cigarros contrabandeados por um caminhão bitrem, que foi apreendido no Posto Fiscal de Alcantil, no Cariri da Paraíba, após fiscalização da carga realizada pelo posto da Receita Estadual em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O gerente do 3º núcleo da Receita Estadual de Campina Grande, Arnon Diniz, providenciou junto à PRF nesta quarta-feira à noite o transporte do bitrem para o Centro de Operações da Secretaria de Estado da Receita, no Distrito Industrial em João Pessoa, para a realização da contagem do produto.

Segundo o gerente de Administração da Receita Estadual, Durval Cassimiro de Queiroga, foram contabilizados 565 mil maços de cigarros da marca US, contrabandeados do Paraguai. A carga vinha de Mato Grosso do Sul com destino ao município de Parnamirim (RN), mas somente foi apreendida na Paraíba.

“Após a fiscalização dos auditores fiscais do Posto de Alcantil descobrirem que não se tratava de uma carga de 35 toneladas de milho, como constava na nota, mas de cigarro contrabandeado, o motorista fugiu do local com o caminhão ainda ligado. Descobrimos posteriormente ainda que o cavalo da carga foi roubado no Estado de São Paulo”, comentou.

O gerente de Administração da Receita Estadual informou ainda que a carga, que está sob a responsabilidade da Polícia Federal, mas depositada no COP, será posteriormente incinerada. “Como se trata de produto contrabandeado, esse é o procedimento”, declarou Durval Cassimiro de Queiroga, acrescentando que a Receita Estadual e a Polícia Federal vão ainda investigar a nota fiscal da carga, que registrava que transportava milho.

Frente Parlamentar condena água do Coremas/Mãe D’água

Publicado em Paraíba
Quinta, 14 Maio 2015 23:34

Constatação foi feita durante audiência pública da Frente Parlamentar da Água, na cidade de São Bento, na tarde desta quinta-feira (14/05)

Os produtores e criadores do sertão paraibano vivem um grande dilema. Com a falta de chuvas e a seca prolongada, a única alternativa para manter a produção de capim para alimentar os animais é usando as águas do Rio Piranhas, abastecido pela barragem Coremas/Mãe D’água. Acontece que o reservatório que tem capacidade para armazenar 1 bilhão e 300 milhões de metros cúbicos de água, atualmente, tem apenas 200 milhões, o equivalente a cerca de 20% de sua capacidade. Sem poder mais usar a água de Coremas para irrigação, a única alternativa para alimentação do rebanho é a distribuição de ração e milho por parte do governo. Sem essa distribuição o rebanho corre o risco de ser dizimado.

Deputado-Jeov-Campos-destacou-a-necessidade-do-governo-federal-liberar-recursos-para-realizao-de-aes-emerg Esse foi um dos principais debates da audiência pública da Frente Parlamentar da Água da ALPB, realizada na tarde desta quinta-feira (14/05), na Câmara Municipal da cidade. Participaram dos debates, o deputado Jeová Campos (em destque na foto ao lado), presidente da Frente, Galego de Sousa, Janduhy Carneiro, Charles Camaraense e Jullys Roberto. A galeria da Câmara ficou lotada de populares que vieram debater com os deputados a questão da escassez de recursos hídricos na região.

Segundo depoimentos, o rebanho da região tem cerca de 80 mil cabeças de gado e mais de 35 mil de caprinos e, sem a irrigação, a única forma de alimentar os animais seria a distribuição de ração e milho por parte do governo, através da CONAB e Empasa, como já foi feito em anos anteriores. “Se o governo não ajudar, o rebanho corre o risco de ser dizimado”, destaca Jeová, que prometeu levar o pleito ao governador Ricardo Coutinho e incluir essa solicitação no relatório que a Frente está elaborando.

A limitação de distribuição de água para cidades do Rio Grande do Norte foi outro destaque da audiência de São Bento. Segundo o deputado Jeová, atualmente, apenas a cidade de Caicó está recebendo as águas da Paraíba. A audiência de São Bento encerrou a coleta de dados da Frente Parlamentar da Água que agora se debruça na missão de preparar um documento que vai apontar os problemas e soluções de enfrentamento da seca e escassez dos recursos hídricos na Paraíba.

Semana do Meio Ambiente 2015 acontecerá entre os dias 1 e 3 de junho

Publicado em Paraíba
Sexta, 15 Maio 2015 20:04

 

A Prefeitura de Patos, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente realizará entre os dias 01 e 03 de junho, a Semana do Meio Ambiente 2015, que acontecerá na Associação Comercial de Patos, localizada no Centro da cidade.

Além de temas a exemplo de Saneamento Básico que será discutido em mesa redonda, o evento ainda abrirá espaço para o Cadastro Ambiental Rural e para uma exposição de projetos e práticas sustentáveis. Na oportunidade também será lançado o Projeto Piloto de Coleta Seletiva da cidade de Patos.

Segundo o secretário de Meio Ambiente, Pedro Leitão, o evento foi estimulado pela própria prefeita Francisca Motta, que achou a necessidade de criar um espaço para tratar dos temas propostos. “Estamos divulgando com uma certa antecedência para que as pessoas possam se inscrever e participar do evento. Também aproveitaremos o ensejo da Semana do Meio Ambiente para lançarmos oficialmente o projeto piloto de coleta seletiva da cidade de Patos”, informou o secretário.

A bióloga Maria das Dores Abreu, funcionária da Secretaria de Meio Ambiente, disse que a idéia é promover uma discussão envolvendo vários segmentos sociais em torno do debate sobre formas de tornar o meio ambiente equilibrado.

“Pra esse evento nós desenvolvemos um site onde os interessados podem se inscrever e, ao término receber um certificado de participação”, explicou.
Vale acrescentar que qualquer pessoa pode participar independente de inscrição. Porem só receberá certificado as pessoas devidamente inscritas através do endereço eletrônico eu segue abaixo.

 

https://eventioz.com.br/e/semana-de-meio-ambiente-de-patos

Estação Cabo Branco figura entre os mais importantes espaços científicos do Brasil

Publicado em Paraíba
Segunda, 18 Maio 2015 12:18

 

Nesta segunda-feira (18), data em que se celebra o Dia Internacional dos Museus, a Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes se consolida entre os mais importantes espaços científicos do Brasil. Pela segunda vez, a Estação está inserida no Guia dos Centros e Museus de Ciência do Brasil 2015, uma publicação da Associação Brasileira de Centros de Museus de Ciência (ABCMC).

O guia contém informações sobre os 268 espaços científicos e culturais brasileiros. São museus, jardins, planetários, zoológicos, aquários, unidades móveis de ciência e associações que atuam na popularização da ciência e tecnologia de norte a sul do País.

“Nós que fazemos a Estação Cabo Branco nos sentimos orgulhosos de saber que somos ponte entre a educação, a cultura e a ciência de João Pessoa”, disse a diretora geral da Estação Cabo Branco, Marianne Góes, que considera o guia é um importante instrumento de divulgação para a construção da cultura científica. “Além de ser um instrumento importante para a divulgação, em especial as escolas, é uma oportunidade fascinante para conhecer mais a ciência, se divertir com ela, ter a curiosidade estimulada, aprender e criar”, acrescentou.

"É uma experiência nova. Nunca vim aqui com meus filhos. Estou achando interessante, porque é uma aprendizagem a mais. O local é muito bom e as pessoas que te recebem também", disse a Elizangela Rodrigues, 34 anos, mãe de Rodrigo e Tatiana Rodrigues.

Na parte destinada a Ciência o visitante pode aprender de forma interativa sobre robótica, astronomia e conceitos básicos de física e química, além de ter a oportunidade de observar os astros e estrelas de nosso Sistema Solar. No local o público vai encontrar o Planetário, em formato de abóboda, que permite a visualização de mais de 100.000 estrelas. No equipamento inflável, o público encontra uma esfera celeste em todo o seu esplendor, em seu interior são projetadas estrelas, constelações, planetas, cometas, nebulosas, estrelas-cadentes, além do sol e da lua. Os visitantes podem ver ainda eclipses, as estações do ano e outros fenômenos astronômicos.

O equipamento está instalado na sala de convenções do prédio administrativo e tem capacidade máxima de 15 pessoas por sessão, com duração de 22 minutos. A entrada é aberta ao público de terça a sexta-feira, com sessões nos horários: 9h30, 10h30, 11h, 14h, 15h e 16h. Nos sábados, domingos e feriados o planetário exibe sessões nos horários: 10h30, 11h30, 14h, 15h, 16h, 17h.

"É muito legal. Ainda não tinha vindo aqui e participado de uma atividade como essa. Pretendo voltar com meus amigos e participar de outras coisas", comentou a estudante, Maria Milena da Silva, 14 anos, da Escola - Educandário Coração de Jesus, do Recife (PE).

CMJP aprova PLI que garante o direito da pessoa com deficiência de estudar e trabalhar próximo de casa

Publicado em Paraíba
Quinta, 21 Maio 2015 23:56

 

A Câmara Municipal de João Pessoa aprovou, por unanimidade, durante a sessão ordinária da manhã desta quarta-feira (20), um novo Projeto de Lei Indicativo de autoria do vereador Ubiratan Pereira – Bira (PT). A matéria propõe ao Poder Executivo Municipal, que seja instituído no âmbito de João Pessoa, o direito dos estudantes das escolas públicas municipais e servidores da administração pública do município, de estudar e trabalhar na instituição mais próxima de sua residência, nos casos de pessoas com deficiência, que tenham dificuldade de locomoção.

A propositura, aprovada pela “Casa Napoleão Laureano”, determina ainda que as escolas da rede municipal de ensino recebam o aluno contemplado com a futura legislação, apenas quando os estabelecimentos de ensino oferecerem a série correspondente a que o referido aluno precisar ser matriculado. No caso do servidor público municipal, este terá direito de ser relocado a prestar seu expediente na repartição que, tenha a sua função ou cargo, que esteja mais próxima de sua residência e sem prejuízo salarial.

“Nossa preocupação é de assegurar aos estudantes e aos servidores com limitações físicas de locomoção, o desempenho de suas atividades em ambiente mais próximo de sua residência, diminuindo o percalço diário, e criando uma norma que se coaduna com a Carta Magna que rege os direitos das pessoas com deficiência”, justificou o parlamentar.

Prefeitos dividem com governador angustia da falta de recursos para combater a seca

Publicado em Paraíba
Sábado, 23 Maio 2015 01:34

 

Na tarde desta sexta-feira (22), durante mais de uma hora, uma comissão de prefeitos paraibanos, representantes de todas as áreas do estado que sofrem com a falta de água, acompanhados de deputados que integram a Frente Parlamentar da Água, do secretário de Recursos Hídricos João Azevedo, do presidente da Cagepa, Marcos Vinicius e do presidente da FAMUP, Tota Guedes, colocaram para o governador Ricardo Coutinho a situação de emergência que passa os municípios e solicitaram do governador apoio para o enfrentamento desta grave crise hídrica que já atingiu 170 municípios do estado, dos quais 48 estão completamente sem água.

Os prefeitos de Esperança, Anderson Monteiro, de Solânea, Beto Brasil, de Picuí, Acácio Araújo, de Princesa Isabel, Dominguinhos, de Monte Horebe, Cláudia Dias, de Carrapateiras, André Pedrosa e de Dona Inês, Antônio Justino, solicitaram do governador apoio seja através da doação de caixas d’água, para perfuração de poços, construção de barreiros e outras ações emergenciais.

O governador, sensível a situação, anotou as solicitações, cobrou do secretário de Recursos Hídricos, já para a próxima terça-feira, um relatório que quantifique, estabeleça prazos, detalhe as prioridades e os valores das ações e obras de enfrentamento da seca e reiterou que, na atual conjuntura, a pressão política é a única saída para obtenção de recursos na esfera federal para obras emergenciais e que são necessárias para assegurar um mínimo de segurança hídrica. “Os estados estão passando por muitas dificuldades, e o que posso garantir para os senhores é que estamos buscando a liberação de recursos, na ordem de R$ 75 milhões para realização de várias ações. Atualmente, priorizamos a perfuração de poços, vamos colocar as cinco perfuratrizes para produzir mais, e já é certo que vamos disponibilizar 172 carros-pipa, para atender 27 municípios, nos próximos seis meses”, destacou Ricardo.

O presidente da Frente Parlamentar da Água, Jeová Campos, que estava acompanhado dos deputados Estela Bezerra e Buba Germano, fez um breve relato do que a Frente colheu em três meses de trabalho, durante as audiências públicas e visitas, e entregou o relatório da Frente com as sugestões e propostas para o enfretamento da crise hídrica. O deputado considerou o encontro muito positivo. “O governador está sensível ao problema, tanto que abriu espaço de última hora em sua agenda para nos receber, conhece o problema, sabe quais são os caminhos para ajudar, mas, infelizmente, não dispõe de recursos suficientes para atender todos os pleitos”, destacou Jeová que, na ocasião, sugeriu ao governador que incluísse como prioridade no Pacto Social 2015 a questão da água.

“A crise é grave, os recursos são escassos, mas existem e é preciso muita pressão política para que os entraves sejam solucionados e os recursos liberados. Vamos, na próxima semana realizar uma força-tarefa em Brasília, junto com os prefeitos, com a bancada federal da Paraíba, para cobrar recursos para ações que são de suma importância e urgentes. Creio que a união fará a força e a pressão política surtirá efeito”, destacou Jeová, lembrando que “Não há problema sem solução”!

Lira explica que inclusão do Vale do Piancó na transposição ampliará para 188 o número de cidades paraibanas beneficiadas

Publicado em Paraíba
Segunda, 25 Maio 2015 17:52

 

O presidente da Comissão Externa do Senado que acompanha as obras de transposição de águas do Rio São Francisco, senador Raimundo Lira (PMDB-PB) confirmou que as obras da transposição avançam e já ultrapassaram os 70% de trechos concluídos. Lira defende a inclusão do Vale do Piancó, na Paraíba, no projeto de transposição, o que, segundo ele, ampliará o número de cidades paraibanas atendidas com a obra de 170 para 188 municípios.

O senador paraibano lembrou que a Paraíba já tem dois eixos de acesso ao São Francisco: o eixo Leste, que no seu projeto total conta com 217 km; e o eixo Norte, que conta com 260 km de extensão. Agora, ele disse que está atuando em Brasília para concretiza o anseio da Paraíba pela terceira entrada, para beneficiar mais 18 municípios do estado, de modo a evitar que falte água em qualquer época do ano na maioria dos municípios do estado.

“O eixo Leste tem 217 km de extensão e o eixo norte, 260 km. Nós estamos trabalhando para criar um terceiro eixo, no Rio Piancó, que vai perenizar o rio e abastecer o sistema Coremas - Mãe D’água, que tem capacidade para mais de 1 bilhão de m3 d’água. Essa acumulação vai chegar ao Rio Piranhas. É importante lembrar que a transposição vai atender 390 municípios da Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará e Pernambuco. Com o terceiro eixo, o nosso Estado ganhará mais 18 cidades atendidas”, afirmou Lira.

Investimentos aumentaram – Raimundo Lira lembra que, nos quatro primeiros meses do ano, o governo investiu R$ 600 milhões nas obras, contra R$ 277 milhões no mesmo período do ano passado. O projeto contempla 477 quilômetros de canais, formando os eixos norte, que vai de Cabrobó (PE) a Cajazeiras (PB); e leste, com início em Floresta (PE) e término em Monteiro (PB), que conduzirão a água no semiárido nordestino.

Durante audiência pública na semana passada com o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, Lira obteve a informação de que as obras estão avançando e já chegam a 73,7% de execução. Ele lembra que, atualmente, a obra conta com 9.133 trabalhadores das construtoras ganhadoras das licitações e 3.888 máquinas operando diuturnamente.

Para acompanhar de perto o andamento das obras, os senadores decidiram que organizarão uma comitiva. Lira lembrou que o governo deve centrar esforços também na revitalização do Rio São Francisco. “Se não houver um trabalho firme, constante e permanente de revitalização do Rio São Francisco, daqui a duas ou três décadas os resultados positivos dessa transposição podem ser prejudicados pela falta de água”.

Raimundo Lira destacou a importância da obra para o semiárido nordestino, pois, na sua opinião, vai levar água para consumo humano e animal e para ações que vão alavancar o desenvolvimento sócio econômico do Nordeste, beneficiando diretamente centenas de municípios. Quando estiver pronta, confirma Lira, a transposição vai beneficiar mais de 12 milhões de nordestinos.

Policiais da Paraíba e Rio de Janeiro prendem traficante mais procurado em Cidade de Deus

Publicado em Paraíba
Segunda, 25 Maio 2015 22:19

 

As Polícias Civis da Paraíba e do Rio de Janeiro, em uma ação integrada que aconteceu neste domingo (24), conseguiram prender um dos traficantes mais procurados da comunidade carioca Cidade de Deus. Edvandson Gonçalves Leite, de 49 anos, foi preso durante uma operação policial na cidade de Campina Grande, que contou com a participação do Grupo de Operações Especiais (GOE) da Polícia Civil paraibana.

De acordo com o titular da Delegacia de Combate às Drogas (Decod) do Rio de Janeiro, Antenor Lopes, a prisão só foi possível após um trabalho de inteligência policial e apoio do GOE. “Lá do Rio de Janeiro, nós já vínhamos investigando o paradeiro do Edvandson Gonçalves há algum tempo. Ele é um criminoso perigoso, que já está nesse mundo de tráfico de drogas e tentativa de homicídio desde a década de 80. Ele foi preso e já tinha cumprido 19 anos de prisão, quando recebeu a progressão de pena do regime fechado para o semiaberto, só que desde o ano de 2013 ele não se apresentava na Unidade Prisional”, disse o delegado Antenor Lopes.

Segundo as investigações do Decod e do GOE, Edvandson teria chegado à Paraíba na última quarta-feira (20), na companhia de uma mulher, que diz ser namorada dele. “Em depoimento preliminar, Edvandson diz que teria vindo para a Paraíba aproveitar as praias urbanas de João Pessoa e ficaria para o São João de Campina Grande, mas essa versão está sendo investigada. Estamos levantando se ele entrou em contato ou tem ligação com algum grupo criminoso do Nordeste”, revelou o delegado Antenor Lopes.

O titular do Decod do Rio de Janeiro afirma que Edvandson é considerado um dos chefes do tráfico de drogas na comunidade Cidade de Deus e um dos integrantes do grupo criminoso Comando Vermelho. “Temos informações que o preso recebia uma mesada de R$ 140 mil de traficantes pela grande quantidade de drogas vendidas no Rio de Janeiro, mais precisamente no bairro da Barra da Tijuca, uma localidade de classe média alta da cidade”, afirmou a autoridade policial.

Com o apoio do GOE foi possível localizar o criminoso. “Edvandson esteve na última sexta-feira (22) na praia de Tambaú e no domingo retornou para Campina Grande, onde foi abordado no bairro da Prata. Ele estava em um veículo GOL e não reagiu. Quando pedimos o documento, o foragido apresentou um documento falso e foi autuado por uso de documento falso. Nós já estávamos com um mandado de prisão expedido pela Vara de Execuções Penais do Rio de Janeiro e, além disso, ele foi preso em flagrante pelo uso de documentos falsificados”, reiterou o delegado titular do GOE, Alan Terruel.

Os delegados do Rio de Janeiro e da Paraíba afirmaram ainda que o preso é irmão do traficante San, que é considerado o chefe do tráfico de drogas na Comunidade Cidade de Deus e que está preso em uma unidade prisional federal. Edvandson Leite será levado para um dos presídios de Campina Grande, onde vai aguardar transferência para o Rio de Janeiro.

Festas e seca

Publicado em Paraíba
Quarta, 27 Maio 2015 00:25

 

Esse negócio de festas juninas nessa época de seca está pegando muito mal. Se já falavam mal dos prefeitos patrocinadores dos folguedos em tempos de fartura, agora é que estão falando, pois os caras,apesar do estado de emergência,da falta de água e do desespero, insistem em fazer festas juninas contratando a peso de ouro bandas do sul, como se nada de ruim estivesse acontecendo e vivêssemos as mil maravilhas.

Aí tem...

As más línguas dizem que certos prefeitos insistem nas festas porque são nelas que eles tiram a barriga do atraso. A coisa funcionaria assim:A banda fulano de tal custaria 50 mil, é contratada por 300, ao final fica com os 50 e os 250 mil do troco vão para o bolso do prefeito espertalhão.

Provas

Claro que fica difícil provar e se torna temerário até afirmar tal coisa, pois os caras de pau procuram a justiça e processam por danos morais quem faz tais afirmações. São cínicos a esse ponto.Mas não é demais lembrar as condenações dos chamados prefeitos do forró em tempos recentes e ainda vivos na memória de quem não bebeu desmemoriol.

O povo gosta

A gente fala de besta, porque o povo gosta desses cretinos. Se o leitor duvidar, vá à cidade do interior governada pelo gatuno ou que já teve o gatuno como governante. Faça uma pesquisa e verá que o dito cujo está no topo das pesquisas para permanecer ou voltar ao cargo de prefeito. O eleitor é masoquista e adora sofrer, porque é adepto daquela frase cunhada por famoso político: “Nóis sofre, mai nóis goza”. Ler mais

TODOS OS CANAIS POR APENAS R$30,00

A1

O FUTURO DA TV É AQUI MAIS DE 7.000 CANAIS EM SERVIDOR DEDICADO DE PROTOCOLO IPTV. SISTEMA PRÉ-PAGO DE RÁPIDA INSTALAÇÃO.

EXCELENTE OPORTUNIDADE REDUÇÃO DE CUSTOS E AUMENTO DOS BENEFÍCIOS.

SOLICITE UM TESTE GRÁTIS.

A2

Hospedagem de sites Ycorn

ycorn

O Melhor em Servidores

ycorn2

Compartilhe nas Redes Sociais!

Temos 251 visitantes e Nenhum membro online

Telefones Úteis

Energisa - (83) 2106-7000
Ultragás - (83) 3292-2217
Audicon - (83) 3246-0599
Cagepa - 115
GVT - 10325
NET - 10621
SKY - 10611
Tely - (83) 3049-4229
Polícia - 190
Bombeiros - 193
SAMU - 192
(83) 3216-2500
Dele.da Mulher
(83) 3218-5316

Entre em Contato

 

Av. Senador Ruy Carneiro, 636 sl 201

Manaíra, João Pessoa, Paraíba, Brasil

Tel: (83) 3021-8885 - Cel: (83) 98725-1693

Email: redacao@24horaspb.com

Website: http://www.24horaspb.com

JoomShaper