FGV: inflação cai para famílias de baixa renda em novembro

Escrito por  Agência Brasil
Publicado em Economia
Quarta, 06 Dezembro 2017 20:11

Com a variação de 0,21% apresentada em novembro, o Índice de Preços ao Consumidor – Classe 1 (IPC-C1) acumula crescimento de 2,1% no ano e alta de 2,29% nos últimos 12 meses; A taxa ainda é menor do que a do IPC-BR

O Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV) divulgou nesta quarta-feira (06/12) que a inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor – Classe 1 (IPC-C1), referente às famílias com renda entre 1 e 2,5 salários mínimos, registrou variação de 0,21% em novembro. O resultado é 0,21 ponto percentual menor do que a taxa obtida em outubro, quando o índice variou 0,42%.

Com o resultado apresentado em novembro, o índice acumula crescimento de 2,1% no ano e alta de 2,29% nos últimos 12 meses.

A FGV mostrou ainda que a inflação medida pelo IPC-C1 fechou o mês de novembro abaixo da taxa relativa ao IPC-Br, abrangente a variação da inflação junto às famílias com rendimento de até 33 salários mínimos. No penúltimo mês do ano, a variação foi de 0,36%.

Em relação à taxa do IPC-Br nos últimos 12 meses, houve avanço de 3,35%, considerado um nível superior frente ao registrado pelo Índice de Preços ao Consumidor – Classe 1.

Classe de despesas

A queda do IPC-C1 de novembro reflete a retração de preços em cinco das oito classes de despesa que integram o índice. A classe alimentação evidenciou um reco nos preços, ao caír de 0,31% para uma deflação de 0,47%, assim como habitação, que passou de 1,06% para 0,92%.

Comunicação foi outra a decrescer no período, retraindo de 0,6% para -0,42%, bem como vestuário e despesas diversas, que decresceram de respectivamente, 0,07% e 0,49% para -0,17% e 0,13%.

Nestes grupos, os destaques partiram de hortaliças e legumes, que recuou de 11,04% para -2,44%, gás de bujão, de 3,93% para 1,74%, tarifa de telefone residencial, de 0,00% para -1,75%, roupas, de 0,17% para -0,33%, e cigarros, indo de 1,05% para 0,02%.

Por outro lado, o grupo transportes apresentou alta, ao passar de -0,20% para 0,58%. Educação, leitura e recreação, de -0,08% para 0,53% e saúde e cuidados pessoais, de 0,21% para 0,23% também registraram acréscimo em suas taxas de variação.

Nestas classes de despesa, a FGV destacou os avanços dos seguintes itens: gasolina, indo de -0,01% para 3%, passagem aérea, de -9,42% para 6,23%, e salão de beleza, de 0,09% para 0,46%.

Lido 10 vezes

Deixe um comentário

Xuxucão Petshop no Cabo Branco!

xuxucao

Método OAB NUNCA+

OAB NUNCA

Faça a Viagem dos seus Sonhos ✈

passagens

Importe de maneira Fácil e Rápida!

cegonha

Compartilhe nas Redes Sociais!

Temos 288 visitantes e Nenhum membro online

Telefones Úteis

Energisa - (83) 2106-7000
Ultragás - (83) 3292-2217
Audicon - (83) 3246-0599
Cagepa - 115
GVT - 10325
NET - 10621
SKY - 10611
Tely - (83) 3049-4229
Polícia - 190
Bombeiros - 193
SAMU - 192
(83) 3216-2500
Dele.da Mulher
(83) 3218-5316

Entre em Contato

 

Av. Senador Ruy Carneiro, 636 sl 201

Manaíra, João Pessoa, Paraíba, Brasil

Tel: (83) 3021-8885 - Cel: (83) 98725-1693

Email: redacao@24horaspb.com

Website: http://www.24horaspb.com

JoomShaper