Ex-presidente da CBF é preso na Suíça por corrupção

Publicado em Esportes
Quarta, 27 Maio 2015 17:23

José Maria Marin recebeu propinas de R$ 2 milhões por ano de parceiros comerciais para a realização da Copa do Brasil enquanto foi presidente da CBF. Na manhã desta quarta-feira (27/05), ele foi um dos presos na Fifa pela polícia Suíça e à pedido do FBI, a Agência Federal de Investigação dos Estados Unidos.

Segundo a investigação americana, a CBF cobrou propinas de parceiros para que tivessem o direito de transmissão dos eventos. O valor, porém, subiu quando Marin assumiu a presidência, em 2012. Marco Polo Del Nero, presidente atual da CBF, saiu em defesa de Marin, alegando que todos os contratos eram da época de Ricardo Teixeira.

Outra constatação é de que a Nike pagou uma propina de US$ 40 milhões (cerca de R$ 127 milhões) em uma conta na Suíça para fechar um contrato com a CBF para patrocinar a seleção brasileira. A informação faz parte da investigação conduzida nos Estados Unidos e que acabou com a prisão de José Maria Marin, ex-presidente da CBF.

Segundo o levantamento, o acordo avaliado em US$ 140 milhões (R$ 445 milhões) rendeu em pagamentos paralelos e depositados no paraíso fiscal alpino. As suas duas empresas que teriam recebido o dinheiro seriam a Traffic Sports International Inc. e a Traffic Sports USA Inc. -, que estão sediadas na Flórida (EUA). Ambas são citadas pela Justiça americana. Os suíços já indicaram que contas foram bloqueadas.

Marco Polo del Nero, presidente da CBF, se recusou a comentar o contrato da Nike. "Isso é algo antigo", disse. O cartola participa de uma reunião de emergência em Zurique com dirigentes sul-americanos e deixou claro que a responsabilidade pelos contratos é de Ricardo Teixeira. " Eu não sabia de nada", declarou.

Del Neto abandona Congresso e foge para o Brasil

Publicado em Esportes
Sexta, 29 Maio 2015 00:53

 

Marco Polo Del Nero, que ficaria em Zurique para a eleição da Fifa, deixou a Suíça um dia após o vice-presidente da CBF ser preso.

 

O presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Marco Polo Del Nero, deixou a Suíça nesta quinta-feira (28) e está voltando ao Brasil, mesmo com a eleição da Fifa programada para ocorrer na sexta-feira (29). A expectativa era a de que ele ficasse até o final do Congresso.

A "saidinha" de Del Nero acontece um dia depois de o FBI prender sete dirigentes da Fifa, entre eles o vice-presidente da CBF, José Maria Marin, em um escândalo de corrupção envolvendo mais de US$ 150 milhões e as Copas do Mundo da Rússia e do Catar.

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, a saída repentina Del Nero surpreendeu a Fifa. "Ele informou à Fifa que retornou ao Brasil, mas não explicou os motivos", disse a assessoria de imprensa da federação ao jornal.

Apesar de os dois principais nomes da CBF estarem fora do Congresso - Del Nero voltando ao Brasil e Marin preso -, a CBF ainda assim tem direito de voto. Dois representantes do futebol brasileiro estão em Zurique e podem votar em nome da CBF, André Pitta, da federação de Goiás, e Mauro Carmélio, da federação do Ceará.

Apesar das prisões e do escândalo, as eleições gerais da Fifa continuam previstas para sexta-feira. O atual presidente, Joseph Blatter, enfrenta o príncipe da Jordânia, Ali Bin Al-Hussein. Todas as 209 associações de futebol podem votar.

Zico cogita se candidatar para presidente da FIFA

Publicado em Esportes
Terça, 02 Junho 2015 20:49

 

Na sua página no Facebook ele revelou que tem vontade. "Por que não? Minha vida sempre foi dentro do futebol. Uma paixão que exerci com seriedade e respeito no Brasil e em outros países."

Jantando com Sandra pensei nisso. Minha mulher e meus filhos me apoiaram. Fui Ministro dos Esportes, tenho experiência com meu clube e no apoio ao Kashima, ao Japão.
Penso no futebol acima da política. Não tenho apoio ainda, mas se é aberto eu posso me candidatar à Fifa. Ainda é uma idéia... Quem sabe?

Ronaldo defende renúncia de Del Nero da CBF

Publicado em Esportes
Quarta, 03 Junho 2015 17:49

 

 

Ex-jogador disse em evento de cervejaria que atual presidente da confederação é próximo do ex-presidente, Marin, detido pelo FBI
Ronaldo Nazário, ex-jogador da seleção brasileira e ex-membro do Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo de 2014, defendeu nesta quarta-feira (3) a renúncia de Marco Polo Del Nero da presidência da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

“Adoraria que ele renunciasse também. Ele não tem dado um grande exemplo. É evidente a relação que ele tem com o ex-presidente”, disse o ex-jogador, segundo o Globo Esporte, em referência a José Maria Marin, ex-presidente da CBF que foi detido pelo FBI.

Ronaldo deu entrevista coletiva na manhã desta terça em Pirituba, na zona Noroeste de São Paulo, onde inaugurou campos de futebol de várzea junto com a apresentadora Sabrina Sato e a cerveja Brahma. Ele ressaltou que não tem interesse em presidir a CBF no momento.

Como membro do COL, o ex-jogador trabalhou com Del Nero, com Marin, então presidente da CBF, e com Jérôme Valcke, secretário-geral da Fifa que agora é acusado de saber de propinas pagas à África do Sul na Copa de 2010. Apesar da proximidade com todos eles, Ronaldo disse que não soube de nenhum ato irregular.

Pelé: 'não é problema meu'
Pelé, que antes das eleições da Fifa defendeu que Joseph Blatter era a melhor opção por causa da “experiência”, esquivou-se quando questionado nesta quarta, após a renúncia do suíço. “Minha opinião é a de um jogador. Eu quero ver o futebol unindo as pessoas, parando guerras. É isso que o futebol faz. O que a corrupção faz, isso não é problema meu”, disse o ex-jogador à emissora britânica BBC.

Contratos da Copa de 2014 serão examinados pelos EUA

Publicado em Esportes
Quinta, 04 Junho 2015 15:54

 

Os contratos da Copa do Mundo de 2014 entre a Fifa e parceiros comerciais e fornecedores serão examinados pela Justiça norte-americana. O foco da investigação é a relação entre Jérôme Valcke, secretário-geral da Fifa, e Ricardo Teixeira, ex-presidente da CBF e do Comitê Organizador da Copa (COL). Ambos estão na lista do FBI de suspeitos de crimes financeiros e envolvimento em fraude relacionado com o futebol.

Agora, os investigadores fazem um pente fino na relação entre os dois e querem saber se houve algum tipo de troca de favores ou irregularidades nos contratos que ambos assinaram por mais de cinco anos atuando juntos para preparar o Mundial no Brasil. Oficialmente, o Departamento de Justiça dos Estados Unidos se recusa a comentar o caso. Mas fontes próximas ao processo confirmam com exclusividade que a relação entre Teixeira e Valcke será "examinada".

No total, a Copa do Mundo no Brasil envolveu mais de mil contratos diferentes, ainda que muitos sejam com governos. No início do ano, a empresa alemã Bilfiger admitiu que encontrou suspeitas de que seus diretores pagaram 1 milhão de dólares em propinas para um dos contratos com o centro de controle e segurança da Copa. À reportagem, o porta-voz da empresa explicou nesta quarta-feira que todas as evidências já foram repassadas ao Ministério Público no Brasil.

Valcke, que também é investigado por outro pagamento relativo à Copa do Mundo de 2010 e avaliado em 10 milhões de dólares, havia sido afastado da Fifa e voltou para a entidade em 2007, justamente quando o Brasil iniciou sua preparação ao Mundial. Nesta quarta-feira, ele garantiu que é inocente no que se refere ao pagamento dos 10 milhões de dólares e que, portanto, não via motivos para renunciar. "Não há nada contra mim", disse a uma rádio francesa. Valcke indicou que fica até o final do mandato de Blatter.

Meses antes de assumir seu cargo, Valcke prestou consultoria para a CBF, preparando os documentos de candidatura do Brasil. A reportagem apurou que, neste período, ele também manteve seu salário na Fifa. Seu filho, Sebastien Valcke, chegou a trabalhar na Copa de 2014 e, hoje, é consultor de marketing da CBF.

Valcke criou uma relação de amizade com Ricardo Teixeira e os dois passaram a agir juntos em diversos pontos da preparação. No total, a Fifa destinou 453 milhões de dólares para o COL da Copa, presidido por Teixeira. Mais de mil contratos foram assinados com esses recursos, além de verbas também da própria Fifa.

Oficialmente, o balanço financeiro da Fifa aponta que 102 milhões dólares foram usados para salários, mais 64 milhões de dólares para transporte, 48 milhões de dólares no aluguel de escritórios e burocracia,17 milhões de dólares para serviços médicos e 45 milhões de dólares para segurança. Outros US$ 50 milhões foram usados para marketing e comunicação. No total, a Fifa gastou 2,2 bilhões de dólares na Copa. Mas, desse total, um valor superior a 500 milhões de dólares foi destinado às 32 seleções.

O que os norte-americanos querem saber é se os dois suspeitos também mantiveram relações privilegiadas durante a Copa. O interesse ainda está relacionado com o fato de que Ricardo Teixeira se mudou para os Estados Unidos em 2012 e diante da constatação de que uma série de empresas patrocinadoras do Mundial tem suas sedes em cidades norte-americanas.

Votos

A reportagem apurou que o nome de Ricardo Teixeira também faz parte dos documentos que a Fifa entregou para o Ministério Público da Suíça em novembro, relativos à suspeitas de compra de votos para as Copas de 2018 e 2022. Teixeira não cooperou com a investigação interna da Fifa. Mas ainda assim o autor do informe interno, Michael Garcia, fez um levantamento que aponta indícios de irregularidades envolvendo o Brasil.

A Fifa optou por abafar o caso. Mas o processo agora está nas mãos da Justiça suíça, que nos últimos dias tem interrogado uma série de dirigentes e testemunhas.

Alunos da Fundac na Olímpiada Brasileira de Matemática

Publicado em Esportes
Quinta, 04 Junho 2015 22:06

 

Cerca de 250 adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas participaram da 11ª edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). A prova aconteceu nesta terça-feira (2), nos dois turnos, nas unidades de internação na Paraíba. Ano passado, 22 adolescentes foram aprovados na etapa estadual e sete na nacional.

A presidenta da Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente “Alice Almeida” (Fundac), Sandra Marrocos, após visitar o local das provas nas Unidades Socioeducativas de João Pessoa, parabenizou a direção da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Almirante Saldanha e toda a equipe na pessoa da professora Wilma Pereira da Costa. Ela destacou que a professora e diretora “tem feito um trabalho com muita maestria e com muito compromisso”.

Sandra, que está há dois anos à frente da socioeducação na Paraíba, espera que esse ano, “apesar de toda a complexidade, os números sejam ampliados”. Para ela, foi prazeroso passar nas unidades e ver a dedicação e o compromisso com que os adolescentes estão encarando as Olimpíadas. “Eles e elas estão fazendo de forma muito séria”, constatou. Ela disse também que agora é avançar, cada vez mais, na efetivação de direitos e na política de socioeducação no Estado da Paraíba.

Para a professora Wilma Pereira, a realização da 11ª Olímpiada Brasileira de Matemática nas Escolas Públicas representa mais um passo de incentivo e motivação para os alunos, principalmente por que a disciplina de matemática é a preferida de todos e isso determina o interesse deles por essa prova tão esperada. “O fato da boa aprovação na Olimpíada de 2014 influenciou bastante todo o alunado”, comentou.

A Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) atingiu, neste ano de 2015, um novo recorde do número de escolas e municípios participantes. Foram inscritos na 11ª edição da Olimpíada 47.582 escolas de 5.538 cidades - em 99.48% dos municípios de todo o país houve escolas com alunos fazendo as provas da competição criada e coordenada pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA). Na 10ª OBMEP foram inscritas 46.712 escolas, localizadas em 5.533 municípios.

Seleção Brasileira de Handebol treina no Ronaldão

Publicado em Esportes
Quinta, 04 Junho 2015 23:52

 

A Seleção Brasileira de Handebol, que está em João Pessoa para as disputas do Torneio Quatro Nações, realizou, nesta quinta-feira (4), o seu primeiro treino no ginásio Ronaldão, local das partidas da competição que envolverá, além do Brasil, o Chile, Cuba e Tunísia. Na oportunidade, o secretário de Estado da Juventude, Esporte e Lazer, Tibério Limeira, representando o governador Ricardo Coutinho, deu as boas-vindas à delegação.

Tibério destacou o apoio do Governo do Estado para que o torneio, organizado pela Confederação Brasileira de Handebol (CBH) e que serve como preparação para os Jogos Pan Americanos, fosse realizado na Paraíba. “O Governo do Estado mais uma vez não mediu esforço para que um campeonato que contará com quatro seleções importantes fosse realizado aqui na Paraíba, num ginásio que recentemente recebeu investimentos para a reforma de sua estrutura. Será a última competição antes dos Jogos Pan Americanos, que este ano acontecerá em Toronto, no Canadá”, disse.

O presidente da Federação Paraibana de Handebol, Izaque Alencar, confirmou que a competição vai ser transmitida ao vivo pelo canal Sportv. “Um dos maiores canais esportivos do mundo vai transmitir os jogos ao vivo e isso é mais um motivo para mostrar o quanto é importante a realização de uma competição internacional de uma modalidade que o Brasil vem, cada ano que passa, evoluindo tecnicamente”, frisou Izaque.

Para o vice-presidente da CBH, Adenílson Maia, a reforma do ginásio Ronaldão foi fator decisivo para que as seleções viessem para a Paraíba. “Sem o ginásio Ronaldão estar nessas modernas condições que estão atualmente não seria possível esse grande evento. De parabéns o Governo do Estado por se preocupar com seus palcos esportivos, pois eles são os responsáveis por sediar as grandes competições”, ressaltou.

O Torneio Quatro Nações de Handebol será realizado no período de 10 a 13 deste mês de junho e a seleção ganhadora será a que fizer mais pontos em sistema de quadrangular onde todos se enfrentarão.

Brasil vence na estreia do Torneio 4 Nações de Handebol

Publicado em Esportes
Quinta, 11 Junho 2015 11:18

 

Foi aberto oficialmente, nessa quarta-feira (10), no ginásio ‘Ronaldão’, em João Pessoa, o Torneio 4 Nações de Handebol. Na primeira partida, a Tunísia venceu o Chile por 25 a 18 e, em seguida, o Brasil bateu Cuba por 43 pontos contra 32. Nesta quinta-feira (11), a segunda rodada tem início às 15h30 com a partida entre Tunísia e Cuba e às 17h30, será a vez do Brasil encarar o Chile.

19.05.15-handebol fotos_walter-rafael-1

O evento, que é organizado pela Confederação Brasileira de Handebol (CBH) e conta com o apoio do Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado da Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), será disputado até o sábado (13). “As seleções estão satisfeitas em passar esses dias aqui na Paraíba, local onde oferece um ginásio digno para recebê-las”, disse Manoel Luiz Oliveira, presidente da CBH.

Para Tibério Limeira, titular da Sejel, a presença do público no primeiro dia de disputa agradou à organização. “Um público animado e satisfeito com a vitória do Brasil foi o que se viu no primeiro dia. Aproveito e reforço o convite para os outros jogos, pois a organização está distribuindo camisas e brindes para quem for assistir às partidas”, comentou o secretário.

Handebol Brasil é campeão do Torneio das Nações em João Pessoa

Publicado em Esportes
Segunda, 15 Junho 2015 19:51

 

Com o ginásio Ronaldão lotado, a seleção brasileira de handebol conquistou, neste sábado (13), o título do Torneio das Nações, depois de vencer a Tunísia pela placar de 31 a 28. O evento teve início na quarta-feira (10) e o Brasil levantou a taça com três jogos e três vitórias.

torneio-das-naes-handebol-3

Depois do título, a seleção se prepara agora para tentar uma medalha nos Jogos Pan Americanos, que serão realizados em agosto, na cidade canadense de Toronto. “Depois dessa conquista, agora a delegação volta as atenções para o Pan. Aproveito a oportunidade para parabenizar o Governo da Paraíba pelo apoio a este grande evento, que teve todas as partidas transmitidas ao vivo em rede nacional”, disse Manoel Luiz, presidente da Confederação Brasileira de Handebol (CBH).

O secretário de Juventude, Esporte e Lazer, Tibério Limeira, destacou os elogios que as seleções fizeram à atual estrutura do ginásio Ronaldão. “A importância da coragem em reformar suas praças esportivas é uma das marcas do Governo do Estado e o Ronaldão foi motivo de elogios por parte da imprensa nacional como também pelos atletas e dirigentes das seleções participantes”, frisou.

O Torneio Nações de Handebol foi realizado pela CBH com apoio do Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado da Juventude, Esporte e Lazer (Sejel). A Tunísia foi a vice-campeã, enquanto que Cuba ficou na terceira colocação e o Chile foi o quarto lugar.

Felipe Massa quase atropela o 'ex-chefe'

Publicado em Esportes
Sábado, 20 Junho 2015 01:08

 

O piloto brasileiro Felipe Massa fez manobra defensiva e saiu da pista nos treinos para o Gran Premio de Austria de Fórmula 1, quando teve que frear súbitamente para não atropelar Mauricio Arrivabene, que é diretor deportivo da Ferrari. O piloto jogou o veículo livrando Arrivabene, que levou um grande susto.

 

Pagina 2 de 3

bannermarcelo0000

Compartilhe nas Redes Sociais!

Temos 203 visitantes e Nenhum membro online

Telefones Úteis

Energisa - (83) 2106-7000
Ultragás - (83) 3292-2217
Audicon - (83) 3246-0599
Cagepa - 115
GVT - 10325
NET - 10621
SKY - 10611
Tely - (83) 3049-4229
Polícia - 190
Bombeiros - 193
SAMU - 192
(83) 3216-2500
Dele.da Mulher
(83) 3218-5316

Entre em Contato

 

Av. Senador Ruy Carneiro, 636 sl 201

Manaíra, João Pessoa, Paraíba, Brasil

Tel: (83) 3021-8885 - Cel: (83) 98725-1693

Email: redacao@24horaspb.com

Website: http://www.24horaspb.com

JoomShaper