STJD decide investigar suposta manipulação de resultados na PB

Escrito por  Da redação com Portal Correio
Publicado em Cotidiano
Quinta, 12 Abril 2018 16:51

Procurador-geral do tribunal requisitou documentos em caráter de urgência 

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) também vai investigar uma suposta manipulação nos resultados dos jogos do Campeonato Paraibano de Futebol. O escândalo da possível fraude veio à tona na última segunda-feira (09/04) com a deflagração da Operação Cartola pela Polícia Civil e Grupo de Atuação Especial sobre Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público Estadual (MPPB).

O procurador-geral do órgão (ver plenário na foto), Felipe Bevilacqua, expediu um ofício Gaeco e à Polícia Civil da Paraíba solicitando, em caráter de urgência, informações e todos os documentos que forem pertinentes ao caso no prazo máximo de três dias.

De acordo com a assessoria do STJD, a manipulação de resultados está prevista no código da Fifa e compete ao Superior investigar e, se necessário, julgar e punir infrações.

Por isso, foram solicitadas informações para saber se houve e que tipo de infração. Somente após recebimento dos documentos e informações é que serão divulgados os próximos passos da investigação.

Relembre o caso

A operação denominada “Cartola” foi deflagrada na última segunda (9), envolvendo a Federação Paraibana de Futebol, a Comissão Estadual de arbitragem, Dirigentes dos Clubes de futebol da Paraíba e estado e, inclusive, participação do TJD/PB em um esquema de Manipulação de Resultados, adulteração de documentos, interferência de em decisões da Justiça Desportiva e desvio de valores.

O Superintendente da Polícia Civil, Marcos Paulo, e o delegado Lucas Sá, da Delegacia de Defraudações e Falsificações de João Pessoa, confirmaram que 80 pessoas estão sendo investigadas na Operação.

Os responsáveis pela investigação confirmaram que os líderes do suposto esquema eram os dirigentes dos clubes envolvidos, em conjunto com a Federação Paraibana de Futebol (FPF). No entanto, ainda não há elementos que comprovem a participação de todos eles, por isso a Justiça decidiu manter detalhes da investigação em sigilo.

Lido 41 vezes Última modificação em Quinta, 12 Abril 2018 16:57

bannermarcelo0000

Compartilhe nas Redes Sociais!

Temos 89 visitantes e Nenhum membro online

Telefones Úteis

Energisa - (83) 2106-7000
Ultragás - (83) 3292-2217
Audicon - (83) 3246-0599
Cagepa - 115
GVT - 10325
NET - 10621
SKY - 10611
Tely - (83) 3049-4229
Polícia - 190
Bombeiros - 193
SAMU - 192
(83) 3216-2500
Dele.da Mulher
(83) 3218-5316

Entre em Contato

 

Av. Senador Ruy Carneiro, 636 sl 201

Manaíra, João Pessoa, Paraíba, Brasil

Tel: (83) 3021-8885 - Cel: (83) 98725-1693

Email: redacao@24horaspb.com

Website: http://www.24horaspb.com

JoomShaper