Nova denúncia afeta a imagem do Chefe da Casa Civil

Escrito por  Último Segundo
Publicado em Brasil
Terça, 08 Janeiro 2019 16:46

Onyx Lorenzoni usou empresa de amigo para receber verba, diz jornal; ministro nega fraude

O atual ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (na foto), usou notas fiscais da empresa de um amigo pessoal para receber verba de gabinete durante mandatos na Câmara dos Deputados. A informação foi publicada nesta terça-feira (08/01) pelo jornal Zero Hora.

De acordo com a publicação, Onyx Lorenzoni recebeu R$ 317 mil no período entre 2009 e 2018 por meio de 80 notas emitidas pela empresa Office RS Consultoria Sociedade Simples, que pertence a Cesar Augusto Ferrão Marques. Cesar é filiado ao DEM, partido de Onyx, e trabalha com o atual chefe da Casa Civil de Bolsonaro "há quase 30 anos", conforme o próprio técnico em contabilidade afirmou ao jornal gaúcho.

Dentre 80 as notas fiscais apontadas pela reportagem, 29 foram emitidas em sequência pela empresa Office RS, o que levanta a suspeita de que Onyx seria o único cliente da empresa. O contador, no entanto, negou isso ao Zero Hora , explicando que emite parte das notas fiscais por outra empresa.

A Office RS Consultoria tem dívidas tributárias que totalizam R$ 117 mil e está inapta junto à Receita Federal. A empresa não recolheu impostos no período de janeiro de 2013 a agosto de 2018, apesar de ter emitido 41 notas a Onyx no mesmo período.

Cesar Augusto já atuou em campanhas políticas de Onyx e é responsável pela contabilidade do DEM no Rio Grande do Sul. Ainda conforme o Zero Hora , o dono da consultoria que ajudou o ministro a receber verba de gabinete não tem registro no Conselho Regional de Contabilidade.

Em nota publicada nesta manhã nas redes sociais, o ministro da Casa Civil garantiu que não houve nenhuma irregularidade na contratação dos serviços da consultoria de Cesar Augusto. O ministro ameaçou ainda ir à Justiça "buscar reparação", afirmando que o título da reportagem é "calunioso".

"A empresa sempre prestou os serviços e recebeu por eles, na forma da lei. Trata-se de consultoria tributária – não apenas para projetos meus, e sim aconselhamento para todos os projetos em destaque nesta questão", explicou o ministro.

"Com relação aos recursos da campanha eleitoral, cabe esclarecer que a empresa prestou serviços para o partido e todos os candidatos. Desde a pré-campanha, incluindo treinamento jurídico e contábil. Todas as contas foram aprovadas sem apontamentos. Há um rígido acompanhamento sobre todas as questões. Vou à Justiça buscar a reparação", finalizou Onyx Lorenzoni.

Lido 105 vezes Última modificação em Terça, 08 Janeiro 2019 16:53

logo Bright_580

art bright100001

Compartilhe nas Redes Sociais!

Temos 221 visitantes e Nenhum membro online

Telefones Úteis

Energisa - (83) 2106-7000
Ultragás - (83) 3292-2217
Audicon - (83) 3246-0599
Cagepa - 115
GVT - 10325
NET - 10621
SKY - 10611
Tely - (83) 3049-4229
Polícia - 190
Bombeiros - 193
SAMU - 192
(83) 3216-2500
Dele.da Mulher
(83) 3218-5316

Entre em Contato

 

Av. Senador Ruy Carneiro, 636 sl 201

Manaíra, João Pessoa, Paraíba, Brasil

Tel: (83) 3021-8885 - Cel: (83) 98725-1693

Email: redacao@24horaspb.com

Website: http://www.24horaspb.com

JoomShaper