Deputada Estela Bezerra comenta sessão itinerante e afirma: “Vivemos uma crise de ética”

Publicado em Política
Quarta, 15 Abril 2015 05:29

 

“O que vivemos no atual contexto político não é só uma crise de legitimidade, mas uma crise de ética”. A deputada estadual Estela Bezerra (PSB) usou a tribuna do plenário da Assembleia Legislativa para comentar a situação política no país, além de esclarecer alguns fatos ocorridos na sessão itinerante da Câmara Federal, realizada na última sexta-feira (10). O pronunciamento da deputada aconteceu na manhã desta terça (14), na Assembleia Legislativa da Paraíba.
Para Estela Bezerra, a classe política perdeu a oportunidade de demonstrar que sabe dialogar. “Não perdemos apenas a oportunidade de ter um grande debate, perdemos a oportunidade de mostrar que a classe política sabe respeitar o contraditório”, afirmou a deputada, lembrando na Casa havia representantes qualificados para debater sobre a reforma política e que tinham o direito de intervir. A deputada se referiu aos movimentos sociais que ocuparam as galerias das ALPB.

Estela Bezerra lembrou que foi até as galerias para tentar chegar a um consenso com os manifestantes, e que foi proposto à mesa que três representantes dos movimentos pudessem expor suas pautas em plenário, mas essa sugestão não foi aceita pelo deputado federal Eduardo Cunha, presidente da sessão. “Ficou claro, ao sair da Paraíba, que o deputado partidarizou o debate, e continuou a fazê-lo nos dias subsequentes, diminuindo nossa importância na contribuição do debate político”. O deputado Eduardo Cunha acusou Estela Bezerra e alguns deputados do PT de orquestrarem as manifestações, além de sugerir que a deputada tenha impedido a entrada da Tropa de Choque da Polícia Militar nas dependências da ALPB, com a conivência do governador Ricardo Coutinho (PSB). “Eu tive condições de falar em diversos órgãos da imprensa local pra restituir a verdade e reafirmo: vou entrar com uma ação contra o deputado Eduardo Cunha por conta da sua intransigência, intolerância e falta da verdade”, falou Estela.

Para a deputada, esse momento é de grande desafio e de crescimento pra classe política, a reforma se faz necessária e de certa forma é urgente. Estela lembra que atualmente todos são reféns da grande influência do poder econômico sobre os processos eleitorais, e é preciso disciplinar as fontes de financiamento. Outro ponto apresentado pela deputada foi a frequência das eleições realizadas no país. “Nós vivemos de dois em dois anos num processo eleitoral constante, parece que tem político que não consegue sair do palanque e a circunstância disso é que não podemos focar no trabalho e nas questões estruturantes”, disse Estela.

Antes de encerrar sua fala em plenário, Estela reafirmou seu compromisso em trabalhar por todos os paraibanos. “Sou muito grata aos políticos que me antecederam, e neles eu posso me espelhar, gostaria de passar nessa casa e deixar também um exemplo para as futuras gerações”, falou a deputada quando lembrou as denúncias infundadas a que foi submetida.
“Além dessas denúncias, o que mais me indignou na sexta feira foi o preconceito que estava nas entrelinhas. Me associar ao movimento LGBT foi uma tentativa de me diminuir, e eu quero dizer não somente ao deputado Eduardo Cunha, quero dizer à sociedade paraibana e aos meus pares: aquilo que me qualifica não me diminui”. Disse Estela, lembrando que sua história política foi construída dentro dos movimentos sociais, e que por isso mesmo foi reconhecida e respeitada pelas pessoas que ocupavam as galerias na sessão da última sexta-feira. “Aquele que consegue sentir a dor e a compaixão pelo outro é capaz de trabalhar pelo avanço e transformação social, talvez o maior desafio que tenhamos aqui na Casa é fazer a leitura correta do momento, que não é se fechar, é mudar de atitude. Nossa crise não é só de legitimidade, nossa crise é ética”, finalizou a deputada.

Participação na Intermodal South America

A deputada Estela aproveitou o espaço na tribuna para justificar sua ausência entre os dias 7 e 9, quando esteve em São Paulo representando a Assembleia Legislativa da Paraíba na feira Intermodal South America, que apresentou todas as tecnologias para portos e logística de grandes empresas em portos do Brasil. Estela lembrou que no dia 17 próximo, a Paraíba irá receber o Ministro da Secretaria Nacional dos Portos, que irá assinar um convênio de transferência de recursos no sentido de viabilizar o funcionamento do Porto de Cabedelo durante 24 horas .

Vereador propõe plano de segurança, avaliação de risco e evacuação nas escolas da Capital

Publicado em Política
Sábado, 18 Julho 2015 04:47

 

Durante fiscalização nos centros de ensino de JP, a equipe de Raoni Mendes (PDT) tem constatado que a maioria das unidades não possui um plano emergencial para evitar acidentes

O vereador Raoni Mendes (PDT) propôs, através de Projeto de Lei (PL), a implantação de um plano estratégico de segurança, de avaliação de risco e de evacuação nas unidades de ensino de João Pessoa. A proposta surgiu a partir das visitas que o parlamentar, juntamente com sua equipe, tem realizado nas instituições através de um “Raio X nas Escolas”.

Durante a fiscalização dos centros de ensino, a equipe do vereador tem constatado que a maioria das unidades não possui um plano emergencial para evitar acidentes, o que de acordo com Raoni Mendes, põe em risco a vida dos alunos e funcionários. O plano tem como objetivo a preparação e organização dos meios existentes para garantir a segurança dos estudantes, profissionais e visitantes em caso de ocorrência de situações perigosas.

“Queremos preservar a integridade das crianças e adolescentes em idade escolar, bem como os demais usuários dos edifícios que abrigam escolas no Município. Estamos apresentando a proposta na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) e esperamos que a Prefeitura tome providências, pois o plano é essencial para proteção de catástrofes e acidentes, o que pode ocorrer a qualquer momento sem aviso-prévio” ressaltou o parlamentar.

Sobre o projeto
O plano estratégico de segurança, avaliação de risco e evacuação pretende ter como obrigação, para cada um dos edifícios, a caracterização do espaço e levantamento de riscos, mediante clara identificação das vias de acesso exteriores e interiores, descrição das instalações, identificação das fontes de emergência, localização de equipamento de combate a incêndios ou outros sinistros.

Nos pátios e em cada piso de cada edificação será obrigatória a fixação de cartazes com as instruções gerais de segurança, que irá ilustrar algumas etapas do procedimento a ser seguido pelas crianças, jovens e adultos. O não cumprimento implicará imediata interdição do local até serem sanadas as falhas existentes e apontadas em parecer do Corpo de Bombeiros.

Asplan elogia iniciativa de deputado paraibano que pede agilidade na apreciação do PL sobre perdão de dívidas de agricultores

Publicado em Paraíba
Quinta, 28 Maio 2015 12:47

 

Murilo Paraíso, presidente da Asplan, elogiou a iniciativa do deputado Tovar Correia Lima e disse que PL ajudará muitos agricultores paraibanos.

A iniciativa do deputado estadual, Tovar Correia Lima (PSDB), que durante viagem à Brasília, nesta terça-feira (26), solicitou urgência na tramitação de projeto que trata sobre o perdão de dívidas oriundas de operações de crédito rural na área de atuação da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), recebeu elogios da classe produtora da Paraíba, especialmente, dos integrantes da Associação de Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan) que tem muitos associados que seriam beneficiados com esse projeto.

Murilo Paraso__presidente_da_Asplan__elogiou_iniciativa_do_deputado_Tovar_Correia_Lima“A classe produtiva precisa de parlamentares que a defendam e neste caso específico das dívidas é até uma forma de fazer justiça e estimular o homem no campo. As dívidas agrícolas, em sua imensa maioria, são oriundas de operações de crédito para manter a produção, o homem no campo e essas dívidas com juros e multas, se tornaram impagáveis, daí a importância desse projeto que beneficia os pequenos produtores, àqueles que pegaram crédito para continuar produzindo, por isso nada mais justo esse perdão”, afirmou Murilo, elogiando a iniciativa do deputado Tovar Correia Lima.

A solicitação do deputado foi feita através de ofício entregue no gabinete da deputada federal, Tereza Cristina (PSB), relatora do referido PLS 5.860/2013 na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara Federal. Segundo publicações divulgadas na imprensa paraibana, a parlamentar se comprometeu a emitir o seu parecer ainda esta semana sobre a matéria. O PL trata sobre a gravidade da situação dos agricultores que têm pendências junto aos bancos do Nordeste e ao Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE).

Ainda segundo o dirigente da Asplan, o problema do endividamento rural do Nordeste é antigo e se agravou, ainda mais, nos últimos anos. “Estamos enfrentando uma das piores secas da história. Somente no setor canavieiro, perdemos mais de 30% da produção na safra passada. Isso compromete a produção, reduz a lucratividade e a consequente quitação dos débitos pelos produtores que agora, com a obrigatoriedade do Tribunal de Contas da União (TCU) executar as dívidas em um curto período de tempo, ainda são ameaçados com o leilão e perda de suas propriedades”, finaliza Murilo.

CEBDS lança cartilha sobre financiamento para pequenos e médios produtores

Publicado em utilidade pública
Quarta, 04 Março 2015 14:33

 

Publicação tem como objetivo mostrar como e onde conseguir o benefício para expandir a produção.

 

O Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS), em parceria com a Rede Brasileira do Pacto Global da ONU, lança a cartilha “Financiamento para Pequenos e Médios Produtores Rurais”, nesta quarta-feira (4/3), em São Paulo.

A publicação tem como objetivo mostrar aos pequenos produtores onde e como obter financiametos para expandir a produção. Entre os tópicos está também como fazer a gestão ambiental da propriedade e impactar menos o meio ambiente.

Entre os destaques estão as oportunidades de elevar a qualidade de produtores de alimentos orgânicos, adeptos de integração Lavoura-Pecuária-Floresta, plantio direto, e outras modalidades.

Serviço
Data: 04 de março de 2015
Horário: 08h (saída de São Paulo) – Atividades: 09h30 às 16h30
Local: Fundação Espaço Eco, Estrada Ribeirão do Soldado, 230, Bairo Botujuru - São Bernardo do Campo (SP)

Hemocentro inicia campanha de doação de sangue em comemoração ao Dia da Mulher

Publicado em utilidade pública
Quinta, 05 Março 2015 10:44

 

Em comemoração ao mês da mulher, o Hemocentro da Paraíba está iniciando a Campanha de Doação Feminina 2015 e terá, no período de 6 até 31 de março, uma programação especial voltada a esse público. Durante todo o mês, serão realizadas várias ações, como acolhimento às doadoras com música ambiente, apresentação de vídeos educativos, atividade laboral com os doadores, além do oferecimento de lanche especial e distribuição de brindes.

De acordo com a Chefe do Núcleo de Ações Estratégicas do Hemocentro, Divane Cabral, do universo de doadores de sangue da Hemorrede da Paraíba (mais de 200 mil), aproximadamente 20% são mulheres. Esse percentual está abaixo da meta proposta pelo Ministério da Saúde a todos os Hemocentros, que é de 30%.

Com o slogan ‘Mulher, quando você doa sangue a vida se multiplica’, a Campanha de Doação Feminina 2015 tem por objetivo estimular as mulheres a se tornarem doadoras, contribuindo assim para o aumento do estoque de sangue e do número de voluntárias. “Nesse mês de março, aproveitando que a mulher é a grande homenageada pelo seu dia, estamos lançando essa campanha de doação feminina, estimulando as mulheres a doar sangue e quebrar tabus e preconceitos”, disse a diretora geral do Hemocentro, Sandra Sobreira.

A diretora lembrou que a falta de informação compromete a doação feminina. “Muitas pessoas pensam que as mulheres não podem fazer doação, mas a única diferença em relação aos homens é que elas precisam de um intervalo maior de tempo entre as doações. Enquanto o homem precisa de, no mínimo, dois meses, a mulher precisa de três. Elas só não podem doar se estiverem gestantes ou amamentando”, explicou.

Coletas externas – Outra ação que estará sendo realizada durante todo esse mês são as coletas externas. Nessa quarta-feira (4), o serviço aconteceu na construtora Solar de Tambaú; nesta quinta-feira (5), será no município de Gurjão; na sexta-feira (6), na Unidade de Saúde da Família do Alto do Mateus; no sábado (7), no município de Cabedelo; na terça-feira (10), no município de Capim; na quarta-feira (11), na Facene; na sexta-feira (13), em Mamanguape; no sábado (14), no Mercado Público de Mangabeira; na quarta-feira (18), no Posto de Saúde da Família de Cruz das Armas; no sábado (21), no município de Lucena; na segunda-feira (23), na UFPB; na quarta-feira (25), no Grupo Mãos Estendidas (Mangabeira IV) e no sábado (28), no município de Sapé. As coletas externas são realizadas no horário das 8h às 17h.

Condições para ser doador de sangue

- Ter idade entre 16 e 67 anos, 11meses e 29 dias (se for menor de 18 anos é necessário autorização do responsável legal)
- Pesar acima de 50 quilos.
- Ter dormido normalmente nas últimas 24 horas.
- Estar alimentado, dando intervalo de duas horas após o almoço.
- Evitar alimentos gordurosos na véspera e no dia da doação.
- Não ter tido hepatite após os 11 anos de idade.
- Não estar gripado, resfriado, com febre ou diarréia.
- Não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas.
- Não ter comportamento de risco para doenças sexualmente transmissíveis.
- Não estar grávida ou em período de amamentação. A menstruação e o uso de pílulas anticoncepcionais não impedem a doação.
- Respeitar o intervalo entre as doações que devem ser de dois meses para os homens e de três meses para as mulheres.
As pessoas interessadas em doar sangue e que precisarem tirar qualquer dúvida como também marcar uma coleta externa podem ligar para o telefone (083) 3218-7698.

MPF realiza consulta pública sobre poluição do Rio Gramame em 16 de março

Publicado em utilidade pública
Sábado, 07 Março 2015 08:28

 

Comunidades tradicionais (indígenas, quilombolas e pescadores) e população em geral serão ouvidas sobre impactos causados pela degradação do rio.

Em 16 de março, o Ministério Público Federal (MPF) na Paraíba vai realizar consulta pública sobre a poluição do rio Gramame, com objetivo de ouvir as indagações e demandas das comunidades afetadas pelo problema. Conforme edital, o evento ainda visa convocar os órgãos federais, estaduais e municipais encarregados da proteção do meio ambiente, recursos hídricos e outros aspectos da proteção do rio, além da Universidade Federal da Paraíba e da sociedade civil, para exporem as ações, estudos e discussões acerca dos impactos causados pela poluição das águas sobre as comunidades ao longo do rio.

Para a realização da consulta pública, levou-se em consideração a tramitação, no MPF, do Inquérito Civil nº 1.24.000.000257/2007-59, que trata do despejo de produtos químicos no leito do rio Gramame e os impactos produzidos por essa agressão sobre as comunidades que se situam em seu entorno, em especial a comunidade indígena tabajara, a comunidade Mituaçu, remanescente de quilombo e as comunidades de pescadores.

A consulta terá início a partir das 13h30 e ocorrerá na Escola Viva Olho do Tempo, situada na Rua Telegrafista Geral do Fagundes de Araújo, n.º 10, em Gramame, João Pessoa (PB). A rua também é conhecida como Estrada Velha para Recife.

Pesquisa do Ideme aponta alta de 1,71% no custo de vida em João Pessoa em fevereiro

Publicado em utilidade pública
Sábado, 07 Março 2015 09:24

 

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), mais conhecido como custo de vida, da cidade de João Pessoa apresentou um acréscimo nos preços médios de 1,71% no mês de fevereiro. Com esse resultado, o acumulado no ano ficou em 2,86% e nos últimos doze meses em 10,13%, segundo pesquisa do Instituto de Desenvolvimento Municipal e Estadual (Ideme).

De acordo com o estudo do Ideme, divulgado nesta sexta-feira (6), todos os grupos que compõem o custo de vida tiveram desempenhos positivos na capital paraibana, no mês de fevereiro/15: Alimentação (2,45%), Artigos de Residência (3,20%), Serviços Pessoais (3,20%), Transporte e Comunicação (3,06%), Habitação (0,74%), Vestuário (0,73%), Saúde (0,14%).

Levando-se em consideração apenas os reajustes individuais, os produtos cujos preços mais aumentaram em fevereiro em João Pessoa foram: coentro (32,14%), ovos de galinha (21,81%), feijão macáçar (19,67%), couve folha (18,44%), cenoura (16,99%), tomate (16,34%), azeite de oliva (15,74%), farinha de mandioca grossa (14,77%), feijoada em lata (13,42%), abacaxi (12,08%), carne moída (12,02%), material para curativo (11,70%), bacalhau (11,07%), fubá (10,63%), cebolinha (10,07%), azeitona (9,91%), feijão carioca (9,67%) e macaxeira (8,03%). Confira o estudo econômico do Ideme: www.ideme.pb.gov.br

Sine-JP inicia a semana com 980 oportunidades de emprego para todos os níveis de escolaridade

Publicado em utilidade pública
Segunda, 09 Março 2015 20:14

 

Quem está à procura de emprego na Capital não pode deixar de conferir as oportunidades oferecidas pelo Sistema Nacional de emprego de João Pessoa (Sine-JP) essa semana. São 980 vagas em diversos setores e que contemplam todos os níveis de escolaridade. A área que concentra o maior número de vagas é telemarketing, com 600 vagas, sendo exigido o Ensino Fundamental completo, mas sem a comprovação de experiência.

O comércio também está oferecendo muitas oportunidades, com 55 vagas para vendedor pracista, nove para vendedor interno e duas para vendedor externo. Para mecânico de refrigeração estão sendo oferecidas 40 vagas, com Ensino Fundamental completo e seis meses de experiência.

Outras áreas com muitas oportunidades são as de atendente de lanchonete com 16 vagas, manicure, com 15 vagas, além de costureiro e costureira, com 10 vagas respectivamente.

O candidato deve comparecer ao Sine- JP portando RG, CPF e carteira de trabalho, documentos necessários para concorrer a qualquer vaga. O Sine-JP fica localizado na Rua Cardoso Vieira, 85, Varadouro, próximo à Praça Antenor Navarro. O órgão funciona de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h, sem intervalo para o almoço.

Confira as vagas de emprego:


Qt vaga escolaridade experiência detalhamento
1 ajudante de cabeleireira médio completo sem experiência
1 ajudante de cabeleireira fund.completo 1 ano ctps
1 ajudante de caminhão não exigido 6 meses ctps
3 ajudante de carga e descarga fund. Incompleto c/s experiência
9 almoxarife médio completo 6 meses CTPS ajudante de carga e descarga
1 analista de crédito superior completo 2 anos ctps .
3 aplicador de resina fund. Completo 6 meses ctps
1 assistente administrativo superior incompleto 1 ano ctps
1 atendente balconista médio completo 6 meses ctps
1 atendente balconista médio completo 6 meses ctps
2 atendente de cafeteria médio incompleto sem experiência
1 atendente de frios médio incompleto 6 meses ctps residir em Bayeux
6 atendente de lanchonete fund. completo 6 meses ctps
6 atendente de lanchonete médio completo sem experiência
4 atendente de lanchonete médio completo sem experiência
1 auxiliar administrativo médio completo 6 meses ctps carteira ab
1 auxiliar de cabeleireiro médio completo 6 meses ctps
1 auxiliar de cozinha médio completo 6 meses ctps
1 auxiliar de cozinha fund. completo 6 meses ctps
1 auxiliar de cozinha fund. completo 6 meses ctps
2 auxiliar de cozinha médio incompleto 6 meses ctps
1 auxiliar de depósito fund. completo 6 meses ctps
2 auxiliar de depósito fund. completo 1 mês ctps
1 auxiliar de estoque médio completo 6 meses ctps
1 auxiliar de limpeza fund. incompleto 6 meses ctps pilotar moto
1 auxiliar de limpeza médio completo 6 meses ctps
2 auxiliar de limpeza 6 meses ctps
1 auxiliar de limpeza fund. Incompleto 1 ano e 6 meses ctps
1 auxiliar de manutenção predial fund. Incompleto 6 meses experiência
1 auxiliar de manutenção predial médio completo 6 meses ctps
2 auxiliar de refrigeração fund. Incompleto 6 meses ctps
2 auxiliar de serviços gerais fund. Incompleto 6 meses ctps
1 auxiliar de ti médio completo 6 meses ctps
1 auxiliar mecânico de refrigeração não exigido 6 meses
1 auxiliar técnico de refrigeração médio completo sem experiência
2 barman médio incompleto com alguma experiência
1 barman médio completo 6 meses ctps
1 borracheiro fund. Incompleto 6 meses experiência
1 cabeleireiro fund.completo 1 ano ctps
1 caseiro fund. Incompleto 6 meses ctps
1 chapeiro médio completo 6 meses ctps
1 chefe de limpeza médio completo 6 meses ctps
1 chefe de manutenção médio completo 1 ano ctps veículo
1 chefe de produção médio completo 6 meses ctps
1 churrasqueiro fund. completo 6 meses ctps
1 cobrador externo médio completo sem experiência CNH a
1 controlador de pragas médio completo sem experiência
2 copeiro fund. completo 6 meses ctps
1 copeiro fund. completo sem experiência
1 corretor médio completo 6 meses ctps
10 costureira não exigido 3 meses experiência
3 costureira de maquina industrial médio completo 1 ano ctps
1 costureira em geral médio. Incompleto 6 meses ctps
1 costureira em geral médio completo 6 meses ctps
1 costureira industrial fund. Incompleto 6 meses ctps
10 costureiro fund. completo 6 meses ctps
1 cozinheiro médio completo 1 ano ctps trabalhará em obras
1 cozinheiro fund. completo 2 anos ctps
1 cozinheiro fund. completo 6 meses ctps
1 cozinheiro médio completo 6 meses ctps para pessoas com deficiência
1 cuidador de idosos fund. completo sem experiência dormir no local
6 cumim médio completo sem experiência
10 cumim médio completo sem experiência
2 dedetizador fund. incompleto 6 meses ctps
1 diarista fund. incompleto 1 ano ctps
2 eletricista de auto não exigido 6 meses ctps
1 embalador médio completo 6 meses experiência
1 empregada doméstica fund. Incompleto 6 meses ctps residir em Cabedelo
1 empregada domestica não exigido 6 meses experiência
1 empregada domestica fund. completo 6 meses ctps
1 empregada domestica diarista fund. completo sem experiência
1 empregado doméstico faxineiro fund. completo sem experiência
1 empregado doméstico nos serviços gerais fund. completo 6 meses ctps
1 engenheiro de produção superior completo 6 meses ctps
1 estilista de moda médio completo 6 meses ctps
1 fiscal de caixa médio completo 6 meses ctps
1 fresador médio completo 1 ano ctps
1 garçom médio completo 6 meses ctps
2 garçom médio completo sem experiência contratação imediata
1 garçom médio incompleto 6 meses ctps
2 garçom fund. Completo 6 meses ctps
4 garçom fund. Completo 3 meses ctps
2 gari não exigido c/s experiência
1 gerente comercial superior incompleto 6 meses ctps
1 gerente de operações de serviços superior completo 6 meses ctps
1 instalador de painéis fund. Incompleto 3 meses ctps
2 lavador de carro fund. completo sem experiência lavagem ecológica
10 manicure fund. Incompleto 2 anos experiência
1 manicure fund. Incompleto 3 meses experiência
1 manicure médio incompleto 6 meses ctps
1 manicure médio incompleto 6 meses ctps
1 manicure médio completo 1 ano ctps
1 manicure fund. completo 1 ano CTPS
1 marceneiro fund. completo 6 meses ctps
2 mecânico fund. completo 1 ano ctps
3 mecânico de auto médio completo 6 meses ctps
1 mecânico de automóvel fund. completo 6 meses ctps
1 mecânico de automóvel médio completo 6 meses ctps
1 mecânico de eletricista de automóveis fund. Completo 6 meses ctps
2 mecânico de manutenção fund. completo 6 meses ctps
1 mecânico de manutenção de caminhão fund. Incompleto 6 meses ctps
1 mecânico de manutenção de máquina agrícola - colhedora fund. Incompleto
1 mecânico de manutenção de máquina agrícola - irrigação fund. Incompleto
1 mecânico de manutenção de máquina agrícola - reboque fund. Incompleto
1 mecânico de manutenção de máquinas fund. Incompleto 6 meses ctps
1 mecânico de manutenção de ônibus fund. completo 6 meses ctps
1 mecânico de motocicleta fund. completo 6 meses ctps
40 mecânico de refrigeração fund. completo 6 meses ctps
1 mecânico eletricista de automóveis fund. completo 6 meses ctps
1 mestre de obras médio completo 1 ano ctps veículo próprio
1 montador médio completo 6 meses ctps
1 montador de móveis fund. completo 6 meses ctps
3 motoboy médio completo 6 meses ctps
1 motorista de caminhão fund. completo 6 meses ctps
1 motorista de caminhão fund. completo 1 ano e 6 meses ctps
1 oficial de serviços gerais na manutenção de edificações médio completo 6 meses ctps
1 operador de máquina fund. Incompleto 6 meses ctps
1 operador de telemarketing ativo médio completo 6 meses ctps
2 pedreiro fund. completo 6 meses ctps exclusivo para pessoas com deficiência
5 pedreiro não exigido c/s experiência para pessoas com deficiência
1 pedreiro fund. Incompleto 1 ano e 6 meses ctps
1 pintor de móveis - a pistola fund. completo 6 meses ctps
1 pizzaiolo fund. completo 3 meses ctps
3 polidor não exigido 1 ano ctps
2 recepcionista atendente médio completo sem experiência
1 recepcionista secretária médio completo sem experiência
1 repositor não exigido 6 meses ctps
1 repositor de mercadorias fund. Completo 6 meses ctps experiência
1 representante comercial médio completo 1 ano ctps
1 serralheiro fund. Incompleto 6 meses experiência
1 serralheiro médio completo 6 meses ctps
1 serralheiro fund. incompleto 6 meses ctps
1 serralheiro fund. completo 6 meses ctps
1 serralheiro fund. Incompleto 1 ano e 6 meses ctps
1 serralheiro de alumínio fund. incompleto 6 meses ctps experiência
1 serralheiro de alumínio fund. incompleto 6 meses ctps
7 servente de pedreiro fund. completo 6 meses ctps com deficiência
9 servente de pedreiro não exigido c/s experiência
2 serviços gerais fund. incompleto 6 meses ctps
1 serviços gerais fund. completo c/s experiência
1 serviços gerais fund. completo c/s experiência temporária
1 supervisor comercial médio completo 6 meses ctps
1 supervisor de ensino superior completo 6 meses ctps
1 supervisor de loja médio completo 6 meses ctps
2 técnico de enfermagem fund. completo 6 meses ctps
2 técnico eletrônico médio completo 6 meses ctps
1 técnico em contabilidade superior completo 1 ano ctps
1 técnico em refrigeração médio completo 6 meses ctps
1 técnico em refrigeração médio completo 6 meses ctps
600 telemarketing médio completo sem experiência
5 telemarketing médio completo 3 meses ctps
1 vendedor externo médio completo 6 meses ctps transporte próprio.
1 vendedor externo médio completo 6 meses ctps
2 vendedor interno médio completo 6 meses ctps loja de lingerie
6 vendedor interno médio completo 6 meses ctps
1 vendedor interno médio completo 6 meses ctps
2 vendedor porta a porta médio incompleto c/s experiência
15 vendedor pracista médio completo 6 meses ctps
1 vendedor pracista médio completo 6 meses ctps
2 vendedor pracista médio completo c/s experiência
10 vendedor pracista médio completo sem experiência
2 vendedor pracista médio completo 6 meses ctps
2 zelador médio incompleto 6 meses ctps

Governo entrega reforma do Ronaldão nesta quinta-feira

Publicado em utilidade pública
Terça, 10 Março 2015 16:48

 

O governador Ricardo Coutinho inaugura, nesta quinta-feira (12), a reforma do Ginásio Poliesportivo Ronaldo Cunha Lima (O Ronaldão), que faz parte da agenda de inaugurações que fecha o ciclo dos 100 dias de gestão deste segundo mandato. Localizado no bairro do Cristo Redentor, em João Pessoa, o ginásio recebeu pintura, revisão da cobertura e instalação de piso sintético granulado, considerado um dos mais modernos para prática de esportes.

Um dos destaques da reforma é a acessibilidade. Dos 3.636 assentos, 147 foram destinados a pessoas com algum tipo de necessidade especial, atendendo às normas de inclusão. “Para cadeirantes, disponibilizamos 73 lugares, o que corresponde a 2%, segundo determinam as normas técnicas. Além disso, destinamos 37 espaços para pessoas com mobilidade reduzida e outros 37 para pessoas com obesidade”, ressaltou a superintendente da Suplan, Simone Guimarães.

sejel-ginasio-de-esportes-ronaldao-foto-joao-francisco-26

 

Ainda foram criadas rampas de acesso, além de outras melhorias para permitir o acesso da população com necessidades especiais ao ginásio. “Eram pessoas que, simplesmente, estavam excluídas de visitar o ginásio e assistir aos grandes eventos esportivos. Essa reforma, com a criação desses espaços, corrigiu essa falha”, completou a presidente da Suplan.

A reforma recebeu investimento de R$ 2.310.225,35, sendo R$ 645.788,97 na primeira etapa e R$ 1.664.436,38 na segunda etapa. “Foram investimentos que, certamente, terão retorno imediato, sobretudo do ponto de vista social. Para se ter ideia, a pista de bicicross estava abandonada há mais de dez anos”, lembrou Simone.

A reforma do Ronaldão ainda contemplou equipamentos hidrossanitários e elétricos, catracas novas. “Fizemos também a urbanização do ginásio. Na parte externa, por exemplo, realizamos a pavimentação e limpeza do local”, finalizou a superintendente.

Audiência Pública discute regulamentação das motocicletas 'cinquentinhas'

Publicado em utilidade pública
Sexta, 13 Março 2015 12:52

 

A Comissão de Constituição e de Justiça (CCJ) realizou nesta quarta-feira (11) uma Audiência Pública para debater a problemática que envolve a regularização das motocicletas de até 50 cilindradas, conhecidas popularmente como 'cinquentinha'. Na ocasião, os parlamentares deliberaram sobre a criação de um Conselho para debater o problema e formas para tornar acessível os documentos para os proprietários.

A reunião, que ocorreu no auditório José Mariz, contou com as presenças da deputada Estela Bezerra (PSB), que presidiu a audiência, além dos deputados Dinaldinho (PSDB), Camila Toscano (PSDB), Nabor Wanderley (PMDB) e Janduhy Carneiro (PTN).

Para a deputada Estela Bezerra, "nós temos hoje um problema de grande escala na mobilidade urbana e saúde pública. Cidades e centros urbanos vivem esta dificuldade. Este veiculo é bastante barato e prático e que proporciona uma melhor locomoção para milhares de pessoas, mas existe uma legislação que não está sendo acatada e chamamos essa audiência para tentar criar condições para que todos os proprietários possam regularizar suas motos e ouvir os diferentes segmentos aqui presentes para que explanem os diferentes problemas e consigamos chegar a uma solução".

Já o deputado Dinaldinho falou sobre a regularização das motos, ressaltando sobre a falta dos equipamentos de segurança, a educação e fiscalização. Defendeu também que o controle tem que ser feita pelos municípios, conforme versa o Código Brasileiro de Trânsito. "A regulamentação se faz necessária, mas de forma correta", resumiu.

A deputada Camila Toscano também falou sobre o assunto, informando que existe uma decisão judicial que impede o Estado de regularizar estes veículos, porque a competência é do município. O deputado Janduhy Carneiro ratificou que a regulamentação das cinquentinhas é de competência dos municípios e não pode ser repassada ao Estado por meio de convênio, mas através de projeto de lei.

O deputado Nabor Wanderley ressaltou que é preciso achar uma solução para as pessoas que compraram essas motos sem a obrigação de pagar taxas, e que agora estão sem condições de arcar com os custos de regularização. Além disso, defendeu que o Governo do Estado possa fazer este tipo de fiscalização, porque muitos municípios não tem condições de fiscalizar as motos.

O evento contou com uma apresentação de Edvan Benevides, diretor técnico do Hospital de Trauma Humberto Lucena, que falou sobre acidentes de motocicleta. "Acidentes de motocicleta hoje são um problema de saúde pública, uma epidemia. Em 1998, tínhamos pouco mais de 31 mil motocicletas emplacadas na Paraíba. Hoje esse número é de 426 mil, um crescimento de 1265%", alertou.

"A taxa de óbito por acidente de moto é 8 a cada 100 mil. Esse número supera muito ao que ocorre em cenários de guerra. Além disso, tivemos um crescimento de 366% em 18 anos nos atendimentos por acidente de moto e 55% dos atendimentos do Sistema Único de Saúde atualmente são causados por acidentes de motocicleta", resumiu Edvan.
Já o diretor do Detran-PB, Aristeu Chaves de Sousa, parabenizou a ALPB pela iniciativa de discutir este problema. "As pessoas estão utilizando um equipamento perigoso sem nenhum equipamento de segurança. Além disso, essas motos de 50 cilindradas não pagam seguro DPVAT, o que acarreta no SUS toda a demanda financeira dos acidentes", ressaltou.

Lucas Lucena, chefe de operações da PRF, disse que na Paraíba morreram 13 motociclistas que usavam cinquentinha em rodovias federais. "Os condutores desse veículo devem desenvolver a cidadania através do entendimento que devem usar equipamentos de segurança para proteção própria”, alertou.

A Audiência Pública realizada na tarde de hoje contou com a presença de diversas pessoas ligadas a órgãos de trânsito do Estado e de João Pessoa, além de vereadores da cidade de Patos, representantes da OAB-PB, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e motociclistas de todo o Estado.

As motos conhecidas como cinquentinha são vendidas em diversos tipos de lojas em todo o país a um preço mais acessível que as motos emplacadas. A falta de fiscalização tem feito que os motociclistas não utilizem equipamentos de segurança e isso tem aumentado o número de acidentes. Além disso, essas motos não são emplacadas e por isso não há pagamento de IPVA e seguro DPVAT. Porém, uma resolução do Conselho Estadual de Trânsito da Paraíba (Cetran) no último mês de dezembro obriga o registro e o emplacamento de veículos ciclomotores.

Pagina 1 de 15

Compartilhe nas Redes Sociais!

Temos 180 visitantes e Nenhum membro online

Telefones Úteis

Energisa - (83) 2106-7000
Ultragás - (83) 3292-2217
Audicon - (83) 3246-0599
Cagepa - 115
GVT - 10325
NET - 10621
SKY - 10611
Tely - (83) 3049-4229
Polícia - 190
Bombeiros - 193
SAMU - 192
(83) 3216-2500
Dele.da Mulher
(83) 3218-5316

Entre em Contato

 

Av. Senador Ruy Carneiro, 636 sl 201

Manaíra, João Pessoa, Paraíba, Brasil

Tel: (83) 3021-8885 - Cel: (83) 98725-1693

Email: redacao@24horaspb.com

Website: http://www.24horaspb.com

JoomShaper