Patos sedia 1º Festival das Flores de Holambra no Sertão

Publicado em Cultura
Sábado, 16 Maio 2015 01:07

As tonalidades e o perfume das flores vão envolver a cidade de Patos, na primeira edição do Festival das Flores de Holambra. O evento acontecerá de 21 a 30 deste mês, na Praça Getúlio Vargas.

O Festival é uma oportunidade dos moradores de Patos conhecerem um pouco mais sobre agroecologia e cultivo de plantas ornamentais. Durante a feira, serão expostas mais de 200 espécies de plantas ornamentais e exóticas. Os estandes funcionarão das 8h às 20h.

DSC 0153edsdsds

Quem é amante da flora poderá levar para casa um pedacinho de Holambra. Serão comercializadas bromélias, orquídeas, violetas, jasmins, lírios, plantas carnívoras, bonsais, begônias, samambaias, cactos, lisianthus, entre outras espécies, tudo a preços populares.

O evento é fruto de parceria entre a Associação Beneficente Casa da União e Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE – Patos). O 1º Festival das Flores de Holambra em Patos conta ainda com o apoio da Prefeitura Municipal.

Sobre Holambra

Holambra é uma estância turística localizada na região metropolitana de Campinas, em São Paulo. Conhecida como Cidade das Flores, o município destaca-se como o maior centro de produção de flores e plantas ornamentais da América Latina. De lá saem as espécies que são expostas em diversos Festivais realizados por todo o Brasil.

Helo Nascimento lança seu show “Minha Verdade”

Publicado em Cultura
Terça, 19 Maio 2015 12:16

 

Helo Nascimento, uma artista com uma trajetória de dez anos na música e há dois dedicados à carreira solo, vem recebendo cada vez mais notoriedade e espaço nos meios culturais paraibanos, e lançará nesse próximo sábado, dia 23/05, a partir das 14h, o seu mais novo show intitulado “Minha Verdade”. E para esse momento único em seu caminhar artístico-musical, Helo escolheu a Praça Rio Branco, berço do projeto Sabadinho Bom, e que é reduto dos mais fiéis sambistas e amantes da música popular paraibana, para levar a sua arte para aqueles que sempre acreditaram e incentivaram o seu trabalho. O projeto é promovido pela Prefeitura Municipal de João Pessoa, por meio da sua Fundação Cultural – Funjope, e apresenta a cada semana os mais diversos artistas paraibanos e nordestinos, em um espaço aberto ao público interessado.

Evla-Bertoldo Foto-Snia-Belizrio-9Na ocasião, Helo Nascimento dividirá o palco com a cantora Evla Bertoldo (foto ao lado) e o cantor Wagner Mesquita, um dos integrantes do Clube do Samba, artistas esses que sempre contribuíram para o seu progresso e fazem parte de sua história no meio sambista local, além, é claro, de valorizar o intercâmbio da cena artística paraibana.

Em seu repertório, Helo prepara a junção dos clássicos da Música Popular Brasileira e do Samba, que são referências em sua trajetória artístico-musical, como Jovelina Pérola Negra, Dona Ivone Lara, Beth Carvalho, Alcione, Leci Brandão, Clara Nunes, Clementina de Jesus, Maria Bethânia, Elis Regina, entre outras, além da nova safra do samba, como Mariene de Castro, Mart’nália, Marisa Monte, Maria Rita, Patrícia Marx e afins, e atrelado à essa mescla de grandes nomes, uni-se os de Cartola, Nelson Cavaquinho, Zeca Pagodinho e Arlindo Cruz que compõe o seleto grupo de peso do samba nacional sob seu olhar. A surpresa para seu público é o lançamento de três canções autorais, sendo elas “Mensagem de Paz”, “Samba Afinadinho” e “A mulher no Samba”, sendo essas duas últimas, em parceria com o amigo Maurinho Procópio, mostrando assim, o seu lado compositora e amante da poesia que embala o seu amor ao samba, tão presente em seus versos e melodias, mostrando assim, sua verdade.

Wagner-Mesquita Foto-Snia-Belizrio

Wagner Mesquita

Helo Nascimento - Desenvolvendo um trabalho voltado para valorização da Música Popular Brasileira e o Samba, Helo Nascimento vem ganhando notoriedade no cenário local, onde a cantora e compositora pessoense busca contemplar em seu repertório os maiores clássicos do samba, nos principais pontos de efervescência cultural da capital paraibana.

Helo vem ampliando as suas experiências musicais, em especial a carreira solo desde 2011 e, agora sob nova produção executiva da Anne Fernandes Comunicação e Produções Culturais, realizou no final de 2014 o pré-lançamento do seu show “Minha Verdade”, no Projeto Samba na Vila, que tem como anfitrião o grupo paraibano Clube do Samba, e traz agora o lançamento oficial desse show, que dará prosseguimento com a gravação do seu EP autoral ainda para esse ano, onde contemplará canções próprias e dos seus parceiros musicais paraibanos.

Recentemente, Helo Nascimento fez parte do Projeto Ellas ao lado das cantoras paraibanas Evla Bertoldo e Tamires Amaral, onde teve a aceitação e crítica positiva não só do público, mas também da imprensa paraibana e os agentes formadores de opinião do segmento cultural de nossa região. O Ellas contemplou clássicos da MPB que foram consagrados nas vozes de ícones como Elis Regina, Clara Nunes, Maria Bethânia, Gal Costa, Maria Rita, entre outras.

Atualmente, desenvolve um projeto fixo, sempre aos domingos quinzenais, intitulado “Helo Nascimento em Roda de Samba”, que tem como local o Máquina Beer, e traz a cada edição, diversos artistas para um intercâmbio artístico musical.

Professora lança livro “Histórias de ontem e de hoje”

Publicado em Cultura
Terça, 19 Maio 2015 13:47

 

O livro “Histórias de ontem e de hoje”, o sétimo da professora universitária Maria das Graças Ataíde Dias, será lançado nestas sexta-feira (22), às 19h, na Fundação Casa de José Américo, em João Pessoa. Com prefácio do professor Heronildes de Barros, a obra será apresentada pelo acadêmico Antônio de Souza Sobrinho.

Maria-das-Graas-Atade-Dias-2“Histórias de ontem e de hoje” são narrativas de reminiscências, vivenciadas pela autora, no interior de Alagoas, Sergipe e Paraíba, onde viveu a infância e juventude. Segundo a professora Myrta Leite Simões, que assina as orelhas da obra, o livro “conduz o leitor às suas próprias raízes, evocando lembranças hilárias e com todos os cenários cuidadosamente construídos”.

A professora Alba Lígia de Almeida, que assina a contracapa, diz que a autora, “através de uma narrativa singular e com grande riqueza de detalhes, convida o leitor a adentrar no universo povoado de sensações e sentimentos, que só uma infância e juventude, vividas em sua plenitude são capazes de se eternizar na memória”.

Perfil – Maria das Graças Ataíde Dias, conforme ela própria se define, é alagoana por nascimento, sergipana por criação e tornou-se uma autêntica paraibana, ao contrair matrimônio com um paraibano, de Remígio. Justifica ainda que, na Paraíba, realizou também a emoção de ser mãe e a realização profissional e intelectual, que culminou no ingresso da atividade literária. Ela já lançou sete livros, sendo uma série de três infantis.

Manuel Barbosa Filho lança livro de prosas e versos

Publicado em Cultura
Segunda, 25 Maio 2015 14:34

 

O amor, a ecologia, a seca e a política são alguns temas que podem ser lidos no livro “Prosas e Versos – Os Cânticos que Vivendo Cantei”, de autoria do poeta Manuel Barbosa Filho, que será lançado no projeto Varal Poético, nesta quarta-feira (27), 19h, no hall de entrada da Estação das Artes Luciano Agra, prédio que fica ao lado da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, no Altiplano. A entrada é aberta ao público.

Esse é o 10º livro da carreira de Manuel Barbosa Filho, que disse está hoje muito à vontade para tratar nos seus poemas de temas fortes, que movem a sociedade brasileira, a exemplo do poema sobre a transposição do Rio São Francisco, a seca, a fome e a miséria do povo brasileiro. “O livro também apresenta o sacrifício de uma pessoa que escreve, mas que abriga alegria nas páginas que descrevendo acabo criando”, comentou Manuel Barbosa, que é professor aposentado pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

“Prosas e Versos – Os Cânticos que Vivendo Cantei” traz ainda poemas sobre a vida, a família e o amor. São 20 versos em prosa e dois poemas. Um deles se chama “O Reinado das Fêmeas”, que fala do amor pelas mulheres e o amor dos animais.

30b9ca3d-2d1c-423e-9d79-4f612cb7eb0aSobre o autor – Manuel Barbosa Filho é natural de Belém (PB). Engenheiro Agrônomo pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), com mestrado em extensão rural pela Universidade Federal de Viçosa (MG), professor titular aposentado da UFPB, onde ministrou a disciplina Métodos e Técnicas de Pesquisa em Cursos de Graduação e Pós-Graduação, Subchefe do Departamento e do Mestrado de Ciências Sociais, orientador de teses de mestrados e presidente de bancas examinadoras ao grau de Mestre da mesma universidade. É membro Fundador da Sociedade Cubana de Investigações Filosóficas (SC1F).

Ele tem Diploma de Reconhecimento Internacional em Filosofia pela contribuição ao desenvolvimento de atividades científicas, com outorga da Sociedad Cubana de Investigaciones Filosóficas. Membro efetivo fundador do Instituto Histórico e Geográfico (IHGB) da cidade de Bayeux (PB), ocupando a cadeira nº 8. Menção de reconhecimento do Centro do Patrimônio da Unesco pela defesa do Acervo cultural da Humanidade. Prefacionou oito livros de escritores brasileiros e uma obra da escritora Cubana Thalia Fung Riverón.

É de sua autoria dos livros: “Introdução à pesquisa” (3ª ed. Em Português); “Introducción a la Investigación editado em Cuba”; “A Globalização da Miséria na América Latina” (3ª ed); “Projeto de Pesquisa Teoria e Prática”; “O Impacto da Extensão Rural” (Tese de Mestrado, 2ª ed); “A Dialética na Investigação Científica”; “Evolução da Realidade: Uma Análise Dialética”; “Censo do Servidor Público do Estado da Paraíba” (3ª ed); “Prosas e Versos – os Cânticos que Vivendo Cantei”.

SERVIÇO:
VARAL POÉTICO PROSAS E VERSOS
Homenageado: Manuel Barbosa Filho
Data: Quarta-feira (27)
Hora: 19h
Local: Estação das Artes Luciano Agra - Altiplano

Livro sobre Mestre Galdino será lançado na sexta-feira

Publicado em Cultura
Segunda, 25 Maio 2015 17:31

O livro “A Escultura Grotesco-Fantástica de Mestre Galdino – Configurações do Imaginário na Cerâmica Popular Pernambucana”, do médico Emmanuel Ponce de Leon Júnior, será lançado na próxima sexta-feira (29/05), às 19h, na Fundação Casa de José Américo, em João Pessoa. Com prefácio do crítico de arte João Batista de Brito, e selo da Ideia, a obra será apresentada pelo jornalista Evandro Nóbrega.

IMG 20150504_115433724Segundo o autor, o objetivo do trabalho é o resgate da memória artística do mestre da cerâmica figurativa pernambucana. “A nossa intenção é escrever sobre Mestre Galdino que ousou modelar a sua arte, no sentido oposto à realizada por Mestre Vitalino e seus seguidores, no Alto do Moura, cercanias de Caruaru”, explica Emmanuel.

João Batista evidencia que não se pode falar em arte popular no Brasil, sem mencionar o Mestre Galdino (Manuel Galdino de Freitas,1928-1996), destacando que o ceramista, poeta e cordelista do Alto do Moura, Pernambuco, ao falecer, deixou vasta obra para a posteridade apreciar e louvar.

Segundo João Batista, Emmanuel Ponce de Leon é um “apaixonado pela obra do Mestre, há muito tempo, e assumiu essa missão de apreciar e louvar, além de dar-se ao luxo de exibir em casa, vasta coleção de esculturas populares, entre as quais a do Mestre admirado”.

Perfil – O médico Emmanuel Ponce de Leon Júnior é escritor e um dos fundadores do Cine-Clube Chaplin; publicou contos e ensaios em diversos jornais de João Pessoa, e ganhou o Prêmio Katarina Real de Cultura Popular, versão 1997 (Menção Honrosa), da Fundação Joaquim Nabuco. Ainda participou de peças teatrais e, em 1995, obteve primeiro e segundo lugares ou menções honrosas, por conto, poesia e ensaio, em concursos promovidos pelas Academias de Medicina Baiana e Brasileira.

Estacine: “Escritores da Liberdade” e “Mãos Talentosas”

Publicado em Cultura
Quarta, 27 Maio 2015 14:18

Neste último final de semana do mês de maio o Projeto Estacine fecha a programação exibindo dois dramas, dentro das Mostras Amor Universal e Mãe. As exibições dos filmes do projeto acontecem respectivamente no miniauditório, às 16h, da Estação das Artes Luciano Agra, prédio ao lado da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, no Altiplano. A entrada é aberta ao público e os filmes obedecem classificação indicativa e idade.

Na Mostra Amor Universal, sábado (30/05), será exibido o filme “Escritores da Liberdade”, do diretor Richard La Gravenese, que conta a história de uma jovem e idealista professora que chega à uma escola de um bairro pobre, que está corrompido pela agressividade e violência. Os alunos se mostram rebeldes e sem vontade de aprender, e há entre eles uma constante tensão racial. Assim, para fazer com que os alunos aprendam e também falem mais de suas complicadas vidas, a professora Gruwell (Hilary Swank) lança mão de métodos diferentes de ensino. Aos poucos, os alunos vão retomando a confiança em si mesmos, aceitando mais o conhecimento, e reconhecendo valores como a tolerância e o respeito ao próximo.

O filme é baseado em uma história real, aborda de maneira comovente os desafios da educação, em especial num contexto socioeconômico problemático. A ideia para o filme veio da jornalista, Tracey Durning, que fez um documentário sobre Erin Gruwell para o programa Primetime Live da ABC News.

Domingo - Dentro da Mostra Mãe, no domingo (31/05), será exibido o drama biográfico “Mãos Talentosas”, que retrata a história de um menino pobre de Detroit, desmotivado, que tirava notas ruins na escola, e que aos 33 anos se torna o diretor do centro de neurologia pediátrica do hospital universitário Johns Hopkins. Em 1987, alcançou renome mundial por seu desempenho na bem-sucedida separação de dois gêneros siameses. Sua história, profundamente humana, descreve o papel vital que a mãe desempenhou na metamorfose do filho. O filme foi estrelado pelos atores, Cuba Gooding Jr, Kimberly Elise, Aunjanue Ellis e possui classificação 12 anos.

Projeto Estacine – O Estacine é um projeto de cinema idealizado pelo setor de eventos da Estação Cabo Branco, que surgiu no ano de 2009, com o intuito de levar cinema de forma gratuita para a população. No cardápio das exibições estão filmes que estão fora do circuito das salas de exibições da cidade.

No primeiro momento eram exibidos apenas filmes nacionais, mas o público queria mais e o projeto passou a exibir filmes nacionais e internacionais. No ano seguinte, o projeto Estacine ganhou nova roupagem e passou a ser concebido em forma de Mostra, e com tema (assuntos) ou mesmo homenageando atores famosos de dentro e fora do país. A necessidade aumentou e o projeto ganhou comentadores, ou seja, a cada exibição um ator, diretor, conhecedor e amante do cinema debate sobre o filme. Desde sua criação já foram exibidos mais de 2 mil filmes.

SERVIÇO:
MOSTRA AMOR UNIVERSAL
Sábado (30)
Filme: Escritores de Liberdade
Horário: 16h
Local: Miniauditório da Estação das Artes Luciano Agra
Entrada gratuita

MOSTRA MÃE
Domingo (31)
Filme: Mãos Talentosas
Horário: 16h
Local: Miniauditório da Estação das Artes Luciano Agra
Entrada gratuita

Pianista Blair McMillen se apresenta em turnê na Paraíba

Publicado em Cultura
Segunda, 01 Junho 2015 10:30

Consulado dos EUA celebra 200 anos e leva Blair McMillen para apresentações em Patos, Campina Grande e João Pessoa

Blair-McMillen-1

De 29 de maio a 03 de junho, o pianista Blair McMillen se apresentará como solista em João Pessoa, Patos e Campina Grande. A turnê na Paraíba, que inclui também master classes na Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e Universidade Federal da Paraíba (UFPB), faz parte da celebração dos 200 anos do Consulado Geral dos EUA no Recife. Os concertos serão gratuitos e abertos ao público.

O pianista é graduado pela Oberlin College, Juillard School e Manhattan School of Music. Além de fazer parte do corpo docente da Bard College and Conservatory desde 2005, McMillen já se apresentou em palcos consagrados tanto pela tradição quanto pela vanguarda: Carnegie Hall, Conservatório de Moscou, e Lincoln Center.

Ele também é co-fundador e co-diretor do Rite of Summer Music Festival, uma série de concertos de música clássica alternativa ao ar livre realizado na Governors Island, em Nova York.

O repertório dos recitais incluirá a Serenade de Don Juan, de Karol Szymanowski, e peças de Beethoven, Chopin, Bartók e Debussy.

As apresentações em Patos e em Campina Grande contarão com músicos da Orquestra Prima - Programa de Inclusão através da Música e das Artes.

O progama utiliza a música como ferramenta para a inclusão social para crianças e adolescentes do estado da Paraíba, especialmente aqueles que vem de regiões carentes. O PRIMA é composto por orquestras jovens, corais e bandas.

Sinfônica da Paraíba apresenta concerto no Espaço Cultural

Publicado em Cultura
Terça, 02 Junho 2015 14:28

A Orquestra Sinfônica da Paraíba realiza, nesta quinta-feira (04/06), o sétimo concerto da temporada oficial 2015. A apresentação começa às 20h30, na Sala Maestro José Siqueira, no Espaço Cultural, em João Pessoa. Sob direção artística do maestro Luiz Carlos Durier, o grupo será conduzido pela batuta do maestro soteropolitano Leandro Gazineo. A apresentação ainda vai contar com a participação do solista convidado, o violista paulista Ulisses Silva. Na noite, a OSPB executa um repertório de obras de Beethoven, Brahms e Gnatalli.

Repertório - A apresentação vai ser iniciada com a obra do compositor Beethoven. Dele, será executada a peça “Abertura Egmont”. Beethoven recebeu, em 1809, uma encomenda para escrever música para a peça Egmont, de Goethe, escritor a quem Beethoven tinha profunda admiração, que seria reapresentada em Viena no ano seguinte. O compositor a aceitou de pronto. A música incorpora a convicção de Egmont e de Beethoven de que a morte não é um fim quando esperança e ideais permanecem intactos. A música inicia com caráter sombrio, ganha confiança nos violoncelos e termina de forma triunfante e festiva.

Em seguida, de Radamés Gnatalli, a orquestra tocará o “Concerto para Viola e Orquestra de Cordas”, dividida em três movimentos: Allegro, Saudoso e Vivo. Nessa obra, o grupo paraibano será acompanhado do solista violista Ulisses Silva. A peça é um marco na história da música brasileira contemporânea. Composta em 1967, foi dedicada ao violista húngaro residente no Brasil, Perez Dworecki. Essa peça faz parte da produção madura do compositor, em que os elementos e influências da música popular e do jazz são incorporados de maneira natural e fluente, sem a preocupação de provar aos críticos sua capacidade de escrever música erudita.

Após um rápido intervalo, o compositor Johann Brahms será interpretado por meio da “Sinfonia n. 2 em Ré Maior, Op. 73”, dividida em quatro movimentos: Allegro com brio, Andante, Poco Allegretto e Allegro. A obra foi composta num turbilhão de inspiração em menos de um ano. Foi escrita durante o verão de 1877 na aldeia de Pörtschach numa época muito feliz e de grande satisfação pessoal. Segundo suas palavras: “Aqui as melodias correm tão livremente que é preciso ficar atento para não pisá-las”. Tem uma natureza romântica, é a mais alegre, pastoral e jovial de quatro sinfonias que compôs. Três notas iniciais servem de elemento construtor em toda obra, criando temas fantásticos. Guarda para o final uma grande apoteose. Esta obra é uma unanimidade para regentes, músicos e ouvintes da música romântica.

Serviço: Concerto da Orquestra Sinfônica da Paraíba
Data: 4 de junho
Hora: 20h30
Local: Sala de Concerto Maestro José Siqueira
Entrada: gratuita

Iamaká faz concerto neste domingo na Igreja São Francisco

Publicado em Cultura
Quinta, 04 Junho 2015 17:23

Apresentando um repertório de músicas renascentistas da Espanha, Portugal, Itália e Inglaterra, o Grupo IAMAKÁ realiza concerto neste domingo, 7 de junho de 2015, às 17h, na Igreja São Francisco, com entrada franqueada ao público em geral. O programa intercala canções vocais e instrumentais, mostrando um retrato sonoro do que era a vida musical na Europa Ocidental do Século XVI, a qual teve reverberações na música do Brasil enquanto colônia de Portugal. Na ocasião, o Grupo inaugurará um novo setup de flautas doces renascentistas, inéditas na Paraíba, incluindo flautas tenor, baixo, grande baixo e contrabaixo – essa última medindo dois metros de altura.

Iamak-5O Iamaká é o Grupo de Música Renascentista da UFPB, ligado aos Departamentos de Música - DeMus e de Educação Musical - DEM do Centro de Comunicação, Turismo e Artes - CCTA, e recebe apoio da Escola de Música Anthenor Navarro - EMAN, do Estado da Paraíba, tendo como integrantes os músicos Maria Juliana (voz - professora do DEM), Micherlon Franca (voz - professor de canto freelancer), Marco Barcellos (flauta doce - professor da EMAN), Renan Mendes (flauta doce - mestrando no PPGM-UFPB), Eli-Eri Moura (flauta doce - professor do DeMus), Renata Simões (violino - musicista da OSUFPB), Erik Pronk (cordas dedilhadas - professor do DeMus) e Lue Maia (percussão - bacharelando em percussão pela UFPB). Formado no final de 2011, o Grupo já se apresentou com sucesso em importantes eventos, em João Pessoa e em outras cidades, tais como: Festival de Inverno de Garanhuns – PE, Estação Ciência Cabo Branco, Sala de Concertos Radegundis Feitosa (UFPB), Festival Paraibano de Coros – FEPAC, 3º Festival de Flauta Doce (Campina Grande - PB); Circuito nas Igrejas – A Matéria do Sonho; I Circuito Cultural Universitário Internacional.

Estacine exibe mostra ‘Diretores Paraibanos’ este mês

Publicado em Cultura
Quinta, 04 Junho 2015 23:59

Para movimentar o cenário do cinema paraibano e nordestino, o projeto Estacine estará dando destaque para os filmes regionais com uma mostra intitulada ‘Diretores Paraibanos’ durante todo o mês de junho. As exibições acontecem no final de semana, sábado e domingo, sempre às 16h, no miniauditório da Estação das Artes Luciano Agra, prédio ao lado da Estação. A entrada é gratuita e obedece a classificação indicativa de idade.

Para iniciar, neste sábado (06/07) será exibido o longa-metragem “Batguano”, uma comédia dramática que fala sobre a dupla inseparável Batman (Everaldo Pontes) e Robin (Tavinho Teixeira), que mora em um trailer afastado da cidade. Repentistas punk-rock, eles constatam que o planeta terra ficou pequeno demais para sua perfeição, genialidade e potência, e decidem encontrar seu lugar nas galáxias distantes. O filme possui classificação indicativa 18 anos e foi dirigido pelo direto Tavinho Teixeira.

4581adfd-7bd0-4e80-9f07-1e00ac6aeab4

A arte-educadora e assessora técnica do setor de eventos da Estação Cabo Branco, Nyldete Xavier, disse que neste mês, em especial, serão exibidos filmes de atores e diretores locais, numa tentativa de movimentar e valorizar o cinema paraibano. “É uma ação feita em parceria com o Ministério da Cultura e a Universidade Federal da Paraíba, na pessoa de Daniel Campos, que é coordenador Cine Clube Soy Loco por Ti América e professor do Departamento de Relações Internacionais da UFPB”, comentou.

No domingo (07/06) será exibido outro longa-metragem dramático, “Pingo d`Água”, que se passa em três cidades diferentes. Pessoas se deslocam buscando uma mudança não apenas territorial, mas também, e principalmente, interior. Viajando, se aproximam de si mesmos e estão imersos em um universo de visual como a vida. O longa possui classificação indicativa de 16 anos e foi dirigido pelo diretor Taciano Valério.

1a0c6093-abe5-4372-98b1-a41cb6c852a7

Parceria - O Estacine desse mês foi construído por meio da parceria com o projeto “É Proibido Cochilar” do Ministério da Cultura (MINC) e o CineClube Cynthia Weber (CCCW), de estudantes do curso de Relações Internacionais da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). O objetivo da mostra é levar um pouco da cultura paraibana com filmes nacionais que foram premiados e não são exibidos nas grandes de cinema do país.

“A intenção da mostra do mês de junho é conscientizar as pessoas que os filmes exibidos são frutos da cultura popular paraibana e que eles retratam, de certa forma, a nossa ideologia e realidade”, afirmou Nyldete Xavier.

Sobre o Cine “É proibido Cochilar”- É mais uma ação da Representação Regional Nordeste, do Ministério da Cultura, para estimular o setor audiovisual, criando mais um espaço para circulação da produção nacional através da exibição dos títulos disponibilizados pela Programadora Brasil.

Confira toda programação do mês de junho:

Mostra Diretores Paraibanos:
Sábados (6, 13, 20 e 27)
Filmes: Batguano, O Senhor do Castelo, O Rebeliano, Uma Questão de Terra

Domingos (7, 14, 21 e 28)
Filmes: Pingo d’Água, O Resgate do Pavão Misterioso, Tudo que Deus Criou, O sonho de Inacim.

Os filmes serão exibidos às 16h nos dois dias
Local: Miniauditório III
Entrada gratuita com classificação indicativa

Compartilhe nas Redes Sociais!

Temos 199 visitantes e Nenhum membro online

Telefones Úteis

Energisa - (83) 2106-7000
Ultragás - (83) 3292-2217
Audicon - (83) 3246-0599
Cagepa - 115
GVT - 10325
NET - 10621
SKY - 10611
Tely - (83) 3049-4229
Polícia - 190
Bombeiros - 193
SAMU - 192
(83) 3216-2500
Dele.da Mulher
(83) 3218-5316

Entre em Contato

 

Av. Senador Ruy Carneiro, 636 sl 201

Manaíra, João Pessoa, Paraíba, Brasil

Tel: (83) 3021-8885 - Cel: (83) 98725-1693

Email: redacao@24horaspb.com

Website: http://www.24horaspb.com

JoomShaper