A escolha de cada um Destaque

Escrito por  Urbano Nóbrega
Publicado em Economia Afinada
Segunda, 17 Fevereiro 2014 00:00

 

A inspiração para o artigo dessa semana veio de uma discussão de ideias que tive com um amigo filósofo, que entre as várias questões tratadas sobressaíram temas ligados ao poder, política, sociedade e desenvolvimento econômico. Mas e a Economia?

Caríssimos, não poderia deixar de dizer que a economia ocupa a centralidade nessa discussão por uma razão bastante simples, o capitalismo. Apesar de controverso, amado por uns e odiado por outros tantos, não se pode viver sem ele e sua dominação vai além de nossa mera existência. O acordar, o dormir e até o tempo são controlados em função de um sistema que orienta as relações comerciais, sociais e pessoais, numa roda viva que toma conta do mundo, países, estados, municípios, bairros, ruas e casas.

Entre os vários questionamentos feitos uma reflexão foi posta e que agora trago para vocês: qual o melhor país para vivermos? Foram postos dois exemplos: Estados Unidos, sinônimo de bonança, mas com atitudes e investimentos questionáveis como o financiamento às guerras, e Cuba, retrato de uma sociedade educada e de boa saúde, mas com direitos de livre expressão cerceados. Aparentemente uma resposta difícil, mas facilmente resolvida se avaliarmos do ponto de vista do capitalismo, que em função da pujança econômica, certamente todos iríamos optar pelos Estados Unidos!

Numa reflexão para o Brasil, o modelo americano sempre é comparado como um bom exemplo de sociedade de consumo que investe em tecnologia e cria soluções para facilitar a vida das pessoas, gera empregos, constrói fábricas, carros, aviões e navios. Com boas estradas, gente escolarizada e educada não pensamos duas vezes em preferir os Estados Unidos à Cuba, mas esquecemos de refletir que para tudo existe custo e um dos mais difíceis de se medir é aquele em que os economistas chamam de custo de oportunidade. Esse custo, embora reconhecido e não explícito, nos faz decidir por uma escolha mais conveniente sem avaliar as reais consequências dessa ou daquela ação.

Mas falar em capitalismo sem noticiar suas injustiças é praticamente a mesma coisa que ir a um estádio de futebol e não gritar gol ou ir à praia e não ter sol. Aliás, sair de casa e não realizar gastos é impossível seja com passagem, gasolina, aquela cervejinha bem gelada, o tira-gosto, pura expressão de um capitalismo que se reproduz dia-a-dia e sem horizonte para acabar. Se não tem dinheiro fica a margem, fora do eixo, distante do foco. Passa fome, tem sede, fica sem trabalho, a não ser que seja feita uma cotinha e te paguem pelo mesmo um lanche.


Urbano Nóbrega
Portal 24HorasPB
(10/2/2014)

 

 

*Urbano Nóbrega é economista, formado pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e mestrando em Administração e Desenvolvimento Rural na Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atualmente é coordenador do Centro de Pesquisa (Cepesq) do Instituto Fecomércio em Pernambuco e trabalha na produção de índices de acompanhamento do varejo na Região Metropolitana do Recife (RMR), além de ter participado diretamente da implantação das sondagens de opinião junto aos empresários/gestores e consumidores, captando informações nas principais datas comemorativas do comércio de bens e serviços.Email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Lido 1756 vezes Última modificação em Segunda, 17 Fevereiro 2014 13:11

Colunistas

Compartilhe nas Redes Sociais!

Temos 421 visitantes e Nenhum membro online

Telefones Úteis

Energisa - (83) 2106-7000
Ultragás - (83) 3292-2217
Audicon - (83) 3246-0599
Cagepa - 115
GVT - 10325
NET - 10621
SKY - 10611
Tely - (83) 3049-4229
Polícia - 190
Bombeiros - 193
SAMU - 192
(83) 3216-2500
Dele.da Mulher
(83) 3218-5316

Entre em Contato

 

Av. Senador Ruy Carneiro, 636 sl 201

Manaíra, João Pessoa, Paraíba, Brasil

Tel: (83) 3021-8885 - Cel: (83) 98725-1693

Email: redacao@24horaspb.com

Website: http://www.24horaspb.com

JoomShaper