30 anos do Windows da Microsoft Destaque

Escrito por  Infoconnectados
Publicado em INFOCONNECTADOS
Quarta, 06 Abril 2016 00:00

 

Figura 00Microsoft deu à luz o Windows em 1985.

Para muitos que vivem em um MacBook e IPhone, é fácil esquecer o que um fenômeno Microsoft Windows tenha sido há três décadas. Esse S.O. (sistema Operacional), está instalado nas máquinas de mais de um bilhão de pessoas pelo mundo.
Em 20 de novembro, o sistema operacional venerável, teve o seu 30º aniversário comemorado por internautas do mundo inteiro, e nesse tempo foi apedrejado e enaltecido por muitos mas, mesmo assim ainda gera muitas discussões em torno dele. E aqui está uma análise altamente serena desse sistema com acertos e erros (com a
assistência da equipe Infoconnect).

Em primeiro lugar o Windows tinha uma tendência da morte dos Escritórios, era o que se acreditava. Em 01 de agosto de 1988 na Comdex, em Las Vegas, a Microsoft lançou o Office, um conjunto de aplicativos com seu processador de texto Word, Planilha do Excel, PowerPoint e gráficos para Windows. O pacote era combinado, e não foi realmente integrados num primeiro momento, custavam menos do que o que cada aplicativo individual teria custado separadamente no varejo. O que era um bom negócio, mesmo que a maioria dos compradores nunca iria usar todas as três aplicações.

Foi uma bela jogada de marketing e também o começo do fim para os poderes estabelecidos no processamento de texto, folha de cálculo e categorias gráficos que eram WordPerfect, Lotus 1-2-3 e Harvard Graphics,
respectivamente. A Microsoft também iniciou o domínio impressionante em aplicações desktop, a Microsoft MSFT
começou com apenas 0,07% do mercado. WordPerfect, Lotus, e outros tinham como concorrente as empresas Harvard Graphics todos com o Sistema Operacional OS/2, criado em abril de 1987 com parceria com a Microsoft que foi desfeita em 1990, pra trilhar o próprio caminho.
para desenvolver o primeiro Windows, para desgosto da IBM e desenvolvedores aliados, os quais viam a Microsoft como um parceiro e agora como concorrente. Quantas pessoas você viu com um computador rodando o sistema OS/2?


Figura01Windows 1.0:A Microsoft lançou o seu primeiro S.O em 1985 que foi anunciado em 1983, e demorou os dois anos para ser lançado. A demora fez com que muitos acreditassem que se tratasse de um “vaporware”, termo da indústria de tecnologia para designar produtos anunciados, mas que nunca são lançados.

Quando estava em desenvolvimento, era chamado pelo nome pouco simpático de “Interface Manager”, ou “Gerenciador de interfaces”. Felizmente a Microsoft teve o bom-senso de rever o nome para “Windows”, por causa da interface de janelas. O sistema era basicamente uma interface gráfica, comandada pelo mouse, sobre o MS-DOS, cujas linhas de comando eram complexas demais para o público comum na época.
Entre as novidades, listadas efusivamente neste vídeo por Steve Ballmer, estão recursos como calendário, calculadora, o Paint, relógio, bloco de notas, entre outros.
https://www.youtube.com/watch?v=tGvHNNOLnCk

 

Figura02Windows 2.0:Lançado em 1987, a versão trazia melhorias gráficas e permitia a sobreposição de janelas. Também foi adicionada a ferramenta que possibilitava a utilização de atalhos do teclado para facilitar a vida do usuário. Ele foi inicialmente criado para processadores 286, da Intel, mas recebeu uma atualização para o 386.

Windows 3.x: Com lançamento em maio de 1990, foi o primeiro Windows a avançar para a nova década, recebendo uma atualização para a versão 3.1 em 1992. Juntas, as duas versões venderam 10 milhões de cópias em dois anos. Foi o maior sucesso comercial do Windows até aquela época.

Windows 95: A Microsoft começou a nomear seus sistemas com o ano de lançamento nesta versão, lançada em 24 de agosto daquele ano com uma festa de lançamento oficial e público, no campus de Redmond, Wash., completo com uma roda de apresentação com Jay Leno, dividindo o palco com Bill Gates.. Foram 7 milhões de cópias vendidas em apenas cinco semanas, com uma campanha agressiva que incluía comerciais de TV com a música dos Rolling Stones “Start Me Up”, mostrando o botão Iniciar, novidade na época.



Figura03

Foi difícil exagerar um grande negócio no lançamento desse produto, porque se o Windows 3.x foi uma boa
versão de sistema operacional para PC(Personal computer), o Windows 95 vinha para que o usuário esquecesse o
Windows 3.x. Nesta versão, a empresa incorporou MSN, um serviço online da America Online, Compuserve, MCI e Prodigy, as três comunidades online dominantes da época. Cada um hospedando seu próprio sistema de e-mail,
incompatíveis um com o outro.

Apple e Microsoft juntos.
Em eventos da indústria de informática poucos foram tão dramáticas como aparição surpresa de Bill Gates na
Apple (Macworld) 1997, em Boston, não muito tempo depois com a volta de Steve Jobs na Apple com acões de
AAPL 1,10% depois de seu exílio anos antes com a criação da Pixxar. Naquela época, as duas empresas eram parceiras, mas também muito em desacordo sobre patentes e outras questões.
https://www.youtube.com/watch?v=WxOp5mBY9IY



Figura04Então, quando Jobs anunciou que a Apple faria o Microsoft Internet Explorer navegador padrão no Mac, houve
vaias por uns e assobios por outros. Quando ele disse que a Microsoft iria investir US $ 150 milhões na
Apple, muitos dos admiradores da Aplle condenaram essa atitude, mas esses admiradores relaxaram quando ele afirmou que era para acrescentar ações mas sem direito a voto. E com esse pacto a Microsoft ajudou a Apple a voltar a ser empresa de ponta.

Lançado em 25 de junho de 1998, foi a última versão a ser baseada no MS-DOS. Ela foi feita pensando no usuário final e se propunha a evoluir o Windows 95 tanto para trabalho quanto para diversão. Ele facilitava a conexão à internet e trouxe a possibilidade de fixar programas na barra de tarefas ao lado do menu Iniciar. O sistema também trouxe o suporte à leitura de DVDs e reconhecimento de dispositivos USB.

Amplamente reconhecida como uma das maiores bombas já lançadas pela Microsoft, a “Millenium Edition” (apelidada de “Mistake Edition”, ou “edição do erro”) foi lançada em 14 de setembro de 2000. A revista especializada PC World chegou a considerá-lo um dos piores produtos de tecnologia de todos os tempos, afirmando que “os usuários tinham problemas para instalá-lo, fazê-lo rodar, fazê-lo funcionar com outros hardwares e softwares e fazê-lo parar de funcionar”.


Figura05Microsoft o monopolista:

Muitos esqueceram, mas no início de 2000, a Microsoft estava fomentando e com uma política de monopólio e trabalhava ilegalmente com toda sua força na área para ganhar e dominar todos os segmento de softwares no mundo da internet. Como Juiz Federal Thomas Penfield Jackson escreveu em sua sentença: "O tribunal conclui que a Microsoft manteve o seu poder de monopólio por meio anticompetitivas e tentou monopolizar o mercado de navegadores da Web." O veredicto, que endossou a recomendação do Departamento de Justiça dos EUA que a Microsoft ia ser dividida em duas empresas, e o recurso impetrado pela empresa Microsoft foi negado, e o o juiz Jackson tinha dado entrevistas durante o processo que o recurso que parecia a favor da Microsoft.
Como a Microsoft evitou o viés e mesmo assim uma longa investigação e julgamento foi uma enorme distração da empresa que realmente danificou sua reputação. O próprio Bill Gates, cujo testemunho foi comparado ao de uma criança petulante, certamente não ajudou.

Figura06A Microsoft correu pra não perder a Internet
O outro lado do sucesso do Windows 95 foi que o seu foco era bater a AOL, Compuserve, MCI, e Prodigy, e isso
significou que a empresa não conseguiu aprimorar o seu Internet Explorer. Enquanto a Microsoft lançou o MSN,
Netscape Communications ganhou a liderança no acesso à Internet com a interface gráfica Netscape Navigator.
Foi Internet Explorer da Microsoft que fez com que a justiça se organizasse para impulsionar a investigação
anti-trust. Anos mais tarde, para aumentar o seu crédito, durante uma rodada de discurso, Bill Gates brincou dizendo que descobriu a Internet ... depois de todo mundo descobriu. E, uma vez entrevistado em meados de 95, ele
respondeu a um repórter que a internet não vai pegar, e que era coisa passageira.


Microsoft Windows XP chegou ao mercado em 25 de outubro de 2001 e foi um sucesso. Até hoje é um sucesso
que foi construído do zero depois que a Microsoft abandonou a base do Windows 95, com um visual renovado e usabilidade melhorada. Foram 45 milhões de linhas de código para criar o sistema. Para o uso doméstico, trouxe melhorias no Media Player e o Movie Maker e o suporte melhorado a fotografias digitais. Já para as empresas, trouxe sistema de criptografia de arquivos, desktop remoto. Ele também trouxe suporte a redes sem fio 802.1x, facilitando a vida de quem usava o XP em notebooks.

Figura09Windows Vista foi o sucessor exagerado do Windows XP, que, francamente, a maioria das pessoas gostava muito desse sistema. Às vezes chamado de "o Visaster,"(Desastre) já era tarde para o mercado e quando foi lançado em 2007, não havia o que fazer para salvar de imediato sua reputação. Era lento mesmo em PCs turbinados e
cheio de problemas de compatibilidade de aplicativos antigos que travava. E, se você comprou uma máquina com
o sistema pré-instalado, você tinha que lutar contra seu próprio sistema através de uma mar de lixo de
software instalados de terceiros, era uma bagunça.

Agora, sim, a Microsoft acertou a mão. Em 2009, chegava ao mercado a versão 7 do Windows, que aproveitava o que havia de bom no Vista e melhorava o que estava de errado, tornando o sistema muito mais compatível e amigável. Antes do lançamento, ele já havia sido testado por 8 milhões de pessoas durante o período de beta.
O Windows 7 trouxe algumas mudanças de interface e novas formas de interagir com as janelas do sistema, como o Aero Shake, que permitia “chacoalhar” uma janela para isolá-la do restante e o Aero Peek, que possibilitava “espiar” uma prévia de cada uma das janelas minimizadas na barra de tarefas. Já o Aero Snap trazia algo que foi difundido no Windows 8, que é a possibilidade de fixar programas em um lado da tela, ocupando 50% do espaço.

Figura10Dispositivos Móveis.

Microsoft estava tão desesperada para corrigir seu problema de Vista que focou seu olho fora de sua área, para outra área fora de seu domínio ou seja, dispositivos móveis. Quando a Apple lançou o iPhone em 2007, começou o revolução na transformação completa desse telefone. Desde aquela época, a Microsoft estava junto com dispositivos Android disputando com iPhones e iPads para a supremacia do mercado.

Esta situação não foi remediada, mesmo depois de a Microsoft comprou a empresa de telefone da Nokia para
mais de US $ 7 bilhões em 2013. Foi tentando recuperar-se desde então.

Introduzido em 2012, o sistema trouxe mudanças radicais de interface. A principal delas era a extinção do tradicional Menu Iniciar para dar lugar a uma Tela Iniciar repleta de quadrados e retângulos que representavam os aplicativos, que a Microsoft chama de “blocos dinâmicos”.

Figura11O Windows 8 também deu início à loja de aplicativos do Windows, uma tentativa da Microsoft de ter um pouco mais de controle sobre o ecossistema dos PCs. No entanto, o recurso nunca foi realmente atraente para desenvolvedores, e até hoje as opções da loja não são muitas.

A versão 10 do sistema ainda aposta no conceito dos blocos dinâmicos, mas desta vez eles são muito mais discretos e fazem parte de um Menu Iniciar que, ao mesmo tempo, é novo e antigo. Novo porque ele foi modificado em relação ao que vimos no 7 e também no 8, mas antigo, porque traz familiaridade com o Windows 7, solucionando o principal erro do Windows 8.


Outra diferença grande em relação a todas as versões anteriores do Windows, é que a Microsoft permitiu que usuários do Windows 7 e 8.1 fizessem a atualização grátis para a nova plataforma, o que alavancou rapidamente a base de usuários do 10. Em 4 meses, já são mais de 100 milhões

Talvez o melhor exemplo de uma apresentação com falha de um produto Microsoft veio na Comdex, uma feira agora extinta, quando em 1998, quando Chris Capossella, que agora é chefe de marketing da Microsoft, estava
no palco com Bill Gates para demonstrar como os usuários seriam capazes para ligar novos dispositivos
perfeitamente em um PC executando o Windows 98 e aconteceu o travamento do sistema.
As coisas não funcionam assim como você verá a seguir:
https://www.youtube.com/watch?v=73wMnU7xbwE
O Windows 7 já funciona muito bem para a maioria das pessoas. Isso deveria ser comemorado, de certa forma, pela Microsoft. Ela criou um negócio bom e duradouro há 5 anos, uma eternidade no mundo de TI. E o Windows 10 é um pedido de desculpas pelo Windows 8. Algo como “nós estávamos no caminho certo, foi mal tentar algo bizarro. Vamos voltar ao conhecido e melhorá-lo”. Mas se ela quiser que as pessoas abram a carteira para adotar um novo sistema, com novas ideias, será preciso apresentar mais e melhores motivos.
https://www.youtube.com/watch?v=5VWnuvGG7fM

Lido 1647 vezes Última modificação em Sexta, 08 Abril 2016 17:29

Compartilhe nas Redes Sociais!

Temos 319 visitantes e Nenhum membro online

Telefones Úteis

Energisa - (83) 2106-7000
Ultragás - (83) 3292-2217
Audicon - (83) 3246-0599
Cagepa - 115
GVT - 10325
NET - 10621
SKY - 10611
Tely - (83) 3049-4229
Polícia - 190
Bombeiros - 193
SAMU - 192
(83) 3216-2500
Dele.da Mulher
(83) 3218-5316

Entre em Contato

 

Av. Senador Ruy Carneiro, 636 sl 201

Manaíra, João Pessoa, Paraíba, Brasil

Tel: (83) 3021-8885 - Cel: (83) 98725-1693

Email: redacao@24horaspb.com

Website: http://www.24horaspb.com

JoomShaper